Pin It button on image hover

Rebuçados de Ovos de Portalegre

Parte da minha infância e adolescência, quando vivi em Portalegre e onde nasci também, fui vizinha de umas senhoras ainda hoje famosas em Portalegre (e não só), por terem umas mãos para os doces como ninguém. Eram as manas Cardoso dedicadas em especial aos doces conventuais e quem ali vive, sabe muito bem de quem falo e de como o que estou a dizer é verdade.
Das mãos delas saíam doces magníficos como as tartes de amêndoa, o manjar branco, a lampreia de ovos, os doces de amêndoa e os rebuçados de ovos como estes que venho partilhar hoje com vocês e imaginem o que é acordar todos os dias com o cheirinho delicioso vindo da cozinha delas...
 Quando ia lá buscar os bolos que a minha mãe lhes encomendava, não resistia a surripiar- lhes um rebuçado destes e ainda hoje os aprecio imenso.
Aqui fica a receita que adaptei à bimby:


200 g de açúcar
80 g de água
8 gemas de ovo
Açúcar em pó para envolver as bolas

Para o vidrado:
500 g de açúcar
160 g de água
1 c. sopa de sumo de limão

Na Bimby:
Coloque no copo o açúcar e a água e programe 15m./Varoma/Vel. 1.
Retire a capa protectora das gemas passando-as por um passador de rede fina e reserve.
Programe, sem o copo de medida, 6 min./Varoma/Vel.2. e adicione aos poucos as gemas através do bocal da tampa. Retire e reserve no frigorífico até que ganhe consistência (12 horas).
Com as mãos enfarinhadas ou oleadas, molde depois pequenas bolas e passe-as por açúcar em pó, reserve.

Prepare o vidrado colocando todos os ingredientes numa frigideira anti-aderente e leve ao lume até atingir um ponto de caramelo muito claro. Retire de imediato e, com a ajuda de um garfo, passe as bolinhas pelo caramelo e deixe que arrefeçam sobre papel vegetal.

Tradicional:
Leva-se ao lume o açúcar com a água até atingir o ponto elevado (pouco depois de ferver e quando está a 106º).
Retira-se do lume e deixa-se arrefecer. Colocam-se então as gemas devagar e mexendo sempre para não cozerem. Leva-se ao lume e continua a mexer-se até engrossar o suficiente para obter uma pasta de ovos.
Unta-se uma superfície de mármore e as mãos com óleo e moldamos bolinhas com o preparado e envolver cada uma em açúcar em pó.
Para finalizar, faça o vidrado conforme indicado acima, assim como os passos seguintes.

Pode no fim, embrulhar em papel de seda ou papel vegetal e oferecer a quem mais gosta!

Beijinhos e fiquem bem!

Sopa de Lentilhas e Legumes com Sementes de Sésamo e Cardamomo

Boa tarde a todas/os!
Hoje a minha sugestão é bem verde e saudável. Com 4 ou 5 tipos de legumes faz-se esta sopinha bem reconfortante.
Adicionei as lentilhas, perfumei-a com o cardamomo verde da Espiga que gentilmente me ofereceu para experimentar.
Finalmente, e para lhe dar um ar e textura crocantes, enfeitei com sementes de sésamo torradas.

Só posso dizer que ADOREI e agradecer à Espiga, Branca De Neve e ás Fabricas Lusitana pela gentileza de oferecerem e mimarem "Os Melhores Blogues Portugueses de Culinária" do qual eu faço parte, com este e outros produtos que prometo mostrar noutros posts muito em breve.

Aqui fica então a receita e sugestão de hoje:



1 cebola
1/2 chávena de Lentilhas Verdes
2 cenouras
2 tomates maduros
1 nabo
1 ramo de aipo
1 alho francês  (só a parte branca)
Azeite q.b.
1 caldo de legumes
Água q.b.
Sal a gosto
1ou 2 Sementes de Cardamomo Verde
1 colher de sopa deSementes de Sésamo

Aqueça um pouco de água e quando estiver quente apague e deite as lentilhas para que amoleçam.
Entretanto comece a fazer um refogado com a cebola picadinha e até que fique dourada e transparente.
De seguida, junte os legumes cortados em quadradinhos, envolva bem na gordura e deixe que amoleçam um pouco. Junte depois o caldo de legumes, as lentilhas bem escorridas e a água, que deve calcular pelo número de pessoas a servir. Devo lembrar que esta sopa fica com pouco caldo.
Tempere de sal e junte uma ou duas sementes de cardamomo verde (retire a pele que as envolve e coloque as sementes na sopa).
Enquanto isso,  torre as sementes de sésamo numa frigideira e só até ficarem douradas.
Assim que tudo estiver bem cozido rectifique os temperos da sopa.
Sirva-a bem quentinha, com as sementes de sésamo por cima.












Beijinhos com amizade!

Folhados de Sardinhas Portuguesas em Escabeche

BOM DIA!
Hoje trago-vos uma proposta simples e que pode servir como entrada pois ficam deliciosos. Tinha na minha despensa umas latas de sardinha em escabeche da Vasco da Gama e resolvi usá-las desta forma. 

Que acham da ideia?




1 embalagem de massa folhada
2 latas de sardinhas portuguesas em escabeche Vasco da Gama
1 ovo para pincelar

Corte a massa folhada em pequenos quadrados. Deite um pouco de sardinhas em escabeche em cada, não esquecer de retirar as espinhas.
Cubra com outra massa e sele bem com a ajuda dos dedos. 

Pincele cada quadrado com um ovo e leve ao forno por 20 minutos.






Mousse de Chocolate com Pêras Cozidas em Geleia de Chá Rooibos

Bom dia!
A It-tea lançou um desafio a vários blogs. Imaginarem e depois partilharem, uma receita onde o ingrediente principal fosse o chá e, fosse ao mesmo tempo, a sobremesa ideal para o dia dos namorados, o S. Valentim, que está quase, quase aí.
Desafio aceite e aqui estou eu com uma deliciosa e perfumada sobremesa com todo o sabor do chá que a tornou ainda mais deliciosa e tentadora. Que me dizem?
Fica então a sugestão...




Comece por fazer a geleia de chá Rooibos:

1l de água
1colher de sopa de chá Rooibos
800 gr açúcar
1 pitada de açúcar baunilhado
1/2 colher de café de gengibre
2 saquetas de Pectina
Pêras q.b. (depende do numero de pessoas a servir) e não devem estar nem muito maduras e nem muito verdes


Faça o chá de forma normal deixando que a água ferva para depois adicionar o chá. 
Deixe em repouso alguns minutos, depois coar e leve de novo ao lume até levantar fervura novamente. 
Adicionar a pectina e misturar bem e depois os açúcares e o gengibre em pó.
Descasque as pêras, deixando ficar só o caule e mergulhe no chá. Deixe que cozam e o liquido ganhe a consistência de geleia (cerca de 15 minutos), ou retire a fruta assim que estiver cozida mas mexendo sempre.
Retire as pêras e reserve e guarde a geleia em frascos previamente esterilizados.



Mousse de Chocolate:
250 g de chocolate em tablete para culinária
125 g de margarina
6 ovos
130 g de açúcar amarelo


Numa taça, coloque o chocolate e a margarina e derreta em banho-maria, mexendo sempre.
Separe as gemas das claras, e bata bem as gemas com o açúcar. Adicione aos poucos e em fio à mistura do chocolate e mexendo sempre. Retirar do lume e reservar.
Bata as claras em castelo e envolva delicadamente e sem bater, no preparado anterior.
Leve ao frigorífico pelo menos 2 horas. 


Servir as pêras com a geleia, mousse de chocolate e decorar a gosto (eu enfeitei com flores secas do chá e um raminho de hortelã chocolate).



Espero que seja do vosso agrado, assim como foi do agrado de todos aqui em casa, beijinhos!