Pin It button on image hover

Sopas de Atabefe

Nem imaginam os anos que passaram por mim, sem que de novo pudesse provar o atabefe. 
Em miúda, lembro-me de ir a um supermercado da minha rua, que num determinado dia da semana, tinha para venda, o atabefe. A minha mãe colocava-lhe mel, algumas nozes e muita canela e eu, devorava aquilo como se fosse a melhor sobremesa do mundo. 
Hoje, e devido a amabilidade dos Queijos Tété, a quem quero desde já agradecer, pude de novo provar essa iguaria que mais não é, do que o soro resultante da feitura dos queijnhos frescos.

Esta foi a minha forma simples de o usar:








Ferve-se o soro com os pedacinhos da coalhada.
Acrescenta-se depois o açúcar a gosto e a canela em pó. 
Finalmente, adicione ao preparado, pão alentejano cortado aos bocadinhos.























Beijinho e um Sábado Feliz para todos!

Barriga de Porco Crocante, Assada Lentamente

Domingos em família, faz quase sempre apetecer ir para o forno, comer sem pressas, conversas longas à roda da mesa e este assado, é um belo pretexto para isso tudo.
Animam-se? Juntem-se então a mim, nesta deliciosa refeição...




1.5 kg de barriga ou entremeada de Porco com couro
2 c. sopa de pimentão
2 c. sopa de soja
3 dentes de alho
Tomilho fresco ou seco
Azeite q.b.
1 c. sopa de açúcar demerara
Sal, pimenta
Sumo de 1 limão

Misture todos os ingredientes e esfregue na carne (pode ser de véspera) e deixe a marinar para tomar gosto.
Pré-aqueça o forno a 160º.
Coloque a carne numa assadeira com o couro virado para cima, juntamente com a marinada e asse por uma hora. Cubra depois o assado com papel de alumínio e cozinhe por mais 3 horas. Nos últimos 20 minutos, retire a folha de alumínio, de forma a que a crosta fique tostada e bem crocante.


















Acompanhe com  Arroz Oriente Natura 3 Rices que é uma delicia
batatas assadas!













Pão de Queijo Recheado com Alheira e Pimentos

Um pão de textura bem húmida graças ao queijo, e de sabores maravilhosos graças à alheira,  ao tomilho e pimento. Espero que se sintam tentadas a fazer este pão que fiz especialmente para mais um evento

O tema é "Pão Salgado", e achei este perfeito e daqueles para fazer muitas e muitas vezes. 
Ahh e preparem-se, desaparece num instantinho...




 250 g de farinha
1 c. sobremesa de fermento Fermipan
150 g de queijo ralado (usei uma mistura de emmental e mozarella)
4 ovos
1,5 dl de vinho branco
1 dl de azeite
1 alheira Topitéu
1 pimento vermelho pequeno
Raminhos picados de tomilho limão
Sal e pimenta q.b.

Pré-aqueça o forno a 180º C.
Corte a alheira ás rodelas. Lave o pimento, limpe-o de sementes e peles brancas e corte-o em tiras, reserve.
Coloque um pouco de farinha, com o fermipan e duas colheres de sopa de água morna e deixe descansar uns minutos.
Junte a restante farinha, o queijo ralado e o azeite e tempere de sal e pimenta.
Mexa bem e finalmente junte os ovos ligeiramente batidos assim como o vinho branco e as folhas de tomilho picadas. Envolva bem todos os ingredientes e deite metade da massa numa forma de bolo Inglês, untada e polvilhada com farinha (pode se quiser, forrar com papel vegetal para facilitar na hora de desenformar). Por cima coloque as rodelas de alheira e as tiras de pimento picadinhas.
Deite a restante massa, cobrindo todo o recheio.
Leve ao forno por cerca de 30/35 minutos.








Espero que gostem e quanto a mim, mais uma vez foi um prazer participar neste sempre caloroso e delicioso evento, de um grupo, cada vez maior e sempre fantástico!


BEIJINHO E BOM FERIADO!

Bolo de Limão e Tomilho com Sementes de Papoila


Bom dia! Hoje trago-vos um bolo delicioso, bem cítrico, húmido e perfumado e que aqui por casa, faz sempre um sucesso ou não viesse a receita do Nigel Slater, um dos escritores de culinária mais amados da Grã-Bretanha e que eu adoro também pela sua forma simples e económica de cozinhar.




200g de manteiga
200g de açúcar
100g de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
100g de amêndoas raladas
4 ovos
Raspas de 1 limão
1 colher de chá de tomilho fresco (folhas)
1 colher de café, de sementes de papoila (adicionei eu mas é opcional)

Cobertura
4 colheres de sopa de açúcar
2 limões (apenas o sumo)
½ colher de chá, de folhas de tomilho fresco


Pré-aqueça o forno a 160ºC.
Unte e forre uma forma de bolo inglês ou outra da sua preferência, com papel vegetal.

Na Bimby:
Coloque no copo, o açúcar, a casca do limão (parte amarela) e as folhinhas de tomilho limão e pulverize ambos na Vel. 9 durante 5 segundos.
Junte a manteiga e programe 2 min./Vel.3/37º. Junte então os ovos previamente batidos, aos poucos pelo bucal da tampa, programando 1 min./Vel.3/37º.
Por fim adicione a farinha, a amêndoa, o fermento e as sementes de papoila e bata mais 1 min/Vel.4.

Modo tradicional:
Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme fofo.
Numa outra tigela, peneire a farinha e o fermento e misture com a farinha de amêndoas.
Bata levemente os ovos e em seguida, junte-os aos poucos na mistura de manteiga, batendo bem.
Rale a casca do limão e misture com as folhas de tomilho. Esmague ou triture os dois em conjunto e envolva no bolo assim como as sementes de papoila.
Aos poucos, misture a farinha, o fermento em pó e a amêndoa.


Coloque a mistura de bolo na forma forrada e leve ao forno por 45 minutos (se dividir a mistura por formas menores reduza o tempo de cozedura).

Para a cobertura, dissolva o açúcar no sumo dos limões em lume moderado e junte as folhas de tomilho (algumas flores se tiver também).

Retire o bolo do forno, picar a superfície com um pau de espeto e deitar sobre ele colheradas de calda a gosto (depende se gosta mais ou menos húmido).

 Delicioso!


Beijinho e uma Feliz Quarta-feira!

Cataplana de Peixe Espada

O peixe faz sempre bem e este, sabe ainda melhor...
Experimentem!




5 Chalotas
50 g de margarina, usei Vaqueiro
4 filetes de peixe espada * Lusomar
Pimenta rosa, moída na altura (Aromas e Especiarias)
1 Limão
1 Pimento vermelho
1 Ramo de alecrim
Tomilho Limão

Descasque as chalotas e corte-as em rodelas muito finas.
Disponha metade das rodelas, sobre o fundo da cataplana e por cima, distribua metade da Vaqueiro em pedacinhos.
Por cima das chalotas, coloque agora os filetes de peixe espada e tempere-os de sal e pimenta rosa, moída na altura.
Lave o limão e corte-o em rodelas muito finas e coloque-as sobre o peixe. Cubra com a restante chalota e mais um pouco de margarina.
Lave o pimento, limpe-o de sementes e peles brancas, corte-o em tiras e espalhe pela cataplana.
Junte o tomilho e um ramo alecrim e feche a cataplana.
Leve ao lume, por cerca de 20 minutos e no fim, regue com um pouco de sumo de limão.
Acompanhe com rodelas de batata cozida!

Coelho no Forno com Bacon, Tomilho e Salva


Embora eu não aprecie muito, o meu marido adora coelho e esta receita, acreditem, até a mim me convenceu de tão apetitosa, hummm...

2 coelhos em pedaços
Fatias de bacon
1 cebola grande, descascada e cortada finamente em rodelas
2 dentes de alho pisados
1 colher de sopa de tomilho fresco picado
10 folhas de salva fresca, mergulhadas em azeite
Sal
Pimenta rosa do Aromas e Especiarias


Para o molho:
150 ml de vinho da Madeira 


Pré-aqueça o forno a 220 ° C
No fundo do tabuleiro, espalhe as rodelas de cebola numa única camada.
De seguida, espalhe por cima o alho e o tomilho picados.
Agora os pedaços de coelho enrolados em fatias de bacon e espalhe mais alguns ramos de tomilho. Tempere de sal e pimenta.
Coloque o tabuleiro no forno, na prateleira mais alta e cozinhe por cerca de 20 minutos. Findo esse tempo, coloque por cima de cada pedaço de coelho, folhas de salva mergulhadas em azeite e asse por mais 15-20 minutos ou até que o bacon e o coelho estejam no ponto.







Agora, remova tudo para um prato de servir aquecido.
No tabuleiro onde assou a carne, deite agora o vinho e mexa, de modo a envolver todos os sucos.
Leve ao lume por aproximadamente 5 minutos até reduzir em cerca de um terço.
Verifique os temperos e de seguida, despeje o molho sobre o coelho.
Sirva com salada e batatas assadas.


Beignets

O termo beignet (frito), pode ser aplicado a duas variedades, dependendo do tipo de massa.
O beignet do estilo francês, com massa choux . E também pode ser feito com levedura e a que pode ser chamado também de "bocha de Berlim", em francês, referindo-se a Berliner, rosquinhas com forma mais esférica.
Foi esta ultima versão que escolhi e que os miúdos adoraram pois ficam tal e qual as famosas bolas de Berlim mas na versão sem creme, polvilhadas apenas com açúcar em pó.
Experimentem, e vejam como são deliciosas e viciantes!




1 chávena mal cheia, de água morna
½ chávena de açúcar
1 carteira, de fermento biológico seco, usei Fermipan
2 ovos grandes, ligeiramente batidos
1 pitada de sal
½ chávena de natas
½ chávena de leite
5 chávenas de farinha de trigo
½ colher de chá de pimenta rosa moída do Aromas e Especiarias
3 colheres de sopa de manteiga

Óleo para fritar
Açúcar em pó



Na tigela da batedeira, misture a água, o fermento e o açúcar e deixe descansar até que forme uma espuma (cerca de 5 minutos). Adicione depois os ovos, o sal, as natas e o leite. Misture na velocidade baixa e acrescente metade da farinha e a pimenta, até que a massa comece a unir-se.
Junte a manteiga e, aos poucos, a restante de farinha de trigo. Retire a massa e desenforme sobre uma superfície levemente enfarinhada. Agora  deve ser bem amassada. Se a massa se estiver pegajosa adicione a farinha nas mãos e na superfície para obter assim uma massa lisa. 
Coloque a massa numa tigela e cubra com película aderente ou um pano de cozinha e deixe a descansar por pelo menos 2 horas. 
Após a massa crescer, amasse de novo e com a ajuda de um rolo, estenda a massa em forma de rectângulo com cerca de 1 cm de espessura. Agora com a ajuda de uma faca, corte a massa em tiras e cada tira em quadrados. 
Deixe a descansar mais 30 minutos.
Aqueça o óleo e coloque 2 ou 3 beignets de cada vez no óleo quente, para que fiquem dourados de ambos os lados. Escorra-os imediatamente, colocando-os sobre papel absorvente.


Assim que amornarem polvilhe-os com açúcar em pó e sirva de imediato.





Beijinho e um doce Domingo para todas/os!