Pin It button on image hover

Cabrito Estufado

O meu marido é um grande apreciador desta carne mas eu, e já aqui o disse várias vezes, não vou muito com ela, mas isso não é, e nunca será, desculpa para não a comprar e a cozinhar para ele, com muito amor.
Desta vez, e para variar do assado, guisei na panela e ficou bem suculento e aromático.
Aqui fica a receita, a minha, e que ele adora...




1kg de cabrito com miúdos Talho do Brasileiro
2 c. de sopa de polpa de tomate
2 cebolas grandes cortadas em rodelas ou em meia lua
3 dentes de alho picados
1 c. de sobremesa de paprika Margão
1 folha de louro
200 ml de vinho branco
Alecrim e salsa picada q.b.
Azeite q.b.
Sal e pimenta q.b.

De véspera, tempere a carne com uma pasta feita com azeite, sal, pimenta, alho, louro e paprika. 
Regue com o vinho branco, e deixe  a marinar toda a noite. 
No dia seguinte, coloque numa tacho largo, um fio de azeite e a cebola, para que refogue. 
Assim que dourar, junte os pedaços de carne e os miúdos, para que alourem também e só depois, junte a polpa de tomate. 
Acrescenta-se o molho da marinada, um pouco de água, a salsa e o alecrim e tapa-se o tacho até que a carne fique tenra (ir mexendo de vez em quando).
Rectificar os temperos e servir com batatas cozidas.

Pão de Espargos e Tomate Cereja

Um pão óptimo para um lanche, piquenique, como entrada ou até mesmo para uma refeição mais leve e saudável.
Pode ser feito umas horas antes, fica sempre húmido, fofo e é, uma deliciosa forma, de gastar o que está à disposição no nosso frigorífico e despensa.
Deitar tudo numa tigela, cobrir com uns tomates cereja e espargos e levar ao forno por meia hora. 
Nada mais fácil, verdade?



4 ovos
1 cebola, em fatias muito finas
1 c. de sopa de alcaparras
1 punhado de salsa picada
1 cenoura ralada
5 tiras de pimentos vermelhos assados (usei de frasco)
100 g de queijo ralado
1/2 chávena de farinha de espelta
1 colher de sopa de fermento em pó
150 g de espargos cozidos cortados
8 tomates cereja, cortados ao meio
1 pitada de flor de sal e pimenta preta moída



Pré-aqueça o forno a 180 ˚ C.
Unte levemente a forma e forre com papel vegetal.
Coloque todos os ingredientes, excepto os tomates e os espargos, numa tigela grande e misture bem com a ajuda de um fouet.
Despeje a mistura na forma e empurre os espargos na massa assim como os tomates, com o lado cortado para cima.
Leve ao forno a cozer, por 30-35 minutos ou até estar cozido e dourado.
Fatie e delicie-se!




Bom Fim de Semana!

Bolo de Limoncello e Nozes

Um bolo perfeito para o lanche!
De sabor cítrico, fica super fofo e está na lista dos meus favoritos...





3 ovos
1 chávena de iogurte grego
1 chávena de açúcar
3/4 de chávena de óleo
Raspas e sumo de 1 limão
1 c. de sopa de limoncello
2 chávenas mal cheias, de farinha, Nacional
1 c. de chá de fermento em pó
1/2 c. de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de flor de sal
1/2 chávena de nozes picadas






Cobertura:
1/4 de chávena de sumo de limão
1/2 chávena de açúcar granulado
1 c. de chá de limoncello










Pré-aqueça o forno a 180º C.
Numa tigela, deite o óleo, os ovos, o iogurte, o açúcar, as raspas e o sumo de limão e a colher de sopa de limoncello.
Peneire a farinha com o fermento, o bicarbonato e o sal, junte ao creme de ovos, mas sem bater demasiado. Por fim, junte delicadamente, as nozes picadas.
Pincele a forma com azeite ou com spray de cozinha e despeje nela a massa. Leve ao forno por cerca de 35/40 minutos.
Enquanto o bolo arrefece um pouco, prepare a cobertura.
Misture o açúcar com as gotas de limoncello  e vá acrescentando o sumo de limão até conseguir uma mistura arenosa, mas sem mexer demasiado.
Deite colheradas sobre o bolo ainda morno e sirva.
Acreditem que mesmo no dia seguinte, o bolo continua maravilhoso.


Sopa de Cogumelos com Sementes de Funcho

Uma sopa bem rápida, simples mas deliciosa e tão reconfortante e cheia de sabor, que vos aconselho a fazerem o mais breve possível.
Esta receita é do "nosso" Jamie Oliver e achei perfeita para o 1º evento do grupo do facebook Quinze Dias com.. onde quinzenalmente, somos convidados pela querida Susana, a publicar a receita de um Chef e ele, foi o primeiro a ser escolhido.
Nela adicionei apenas um ingrediente diferente da receita original, as sementes de funcho/erva-doce, oferecidas pela querida Ana Novais do blog Petiscos e Miminhos, que tive o prazer de conhecer pessoalmente.
Entre os miminhos que ganhei, vinham estas sementes que achei (e muito bem) irem aromatizar ainda mais esta sopa. Espero que gostem também!


2 cebolas
Azeite q.b.
1 litro de caldo de legumes usei caldo vegetal da Sovex
Selvagem MixRaminhos de tomilho fresco
2 dentes de alho
1 cenoura ás rodelas
8 a 10 cogumelos Portobello
1 c. de sobremesa de sementes de funcho ou Erva-doce
100 g de arroz (usei Oriente selvagem mix)
1 colher de sopa de natas
100 g de nozes picadas






Faça um refogado com as cebolas e o azeite. Tempere de sal e pimenta, e junte raminhos de tomilho limão,os dentes de alho e as rodelas de cenoura. Refogue mais um pouco, envolvendo bem todos os ingredientes.
Numa frigideira com um fio de azeite, grelhe os cogumelos até que ganhem um tom dourado e junte-os depois ao refogado (reserve alguns para a decoração), assim como o arroz e as sementes.





Deite um litro de caldo de legumes, e deixe que ferva e cozam todos os ingredientes.
Triture e sirva com nozes picadas cogumelos laminados e natas a gosto.



Taça da Memória Lusa


Compota de Morango e Erva-príncipe

Tempo de morangos, tempo de compotas...




1 kg morangos
5 c. de sopa de açúcar de coco da Loja Vegetariana
Sumo de 2 limões
1talo de erva príncipe
Pão Dextrin integral, com sementes de chia da Sovex



Limpe os morangos e retire os talos.
Corte em pedaços pequenos e reserve de um dia para o outro.
No outro dia, leve ao lume os morangos com o sumo de limão e o açúcar.








Junte os talos de erva-príncipe cortados longitudinalmente e em 3 pedaços (eu coloquei dentro de uma rede de chá, colocada dentro da panela) isto, irá assegurar, que eles libertam o máximo do seu aroma.



A partir do momento em que ferve, baixe o lume e cozinhe por 30 minutos.
Retire a erva-príncipe, triture um pouco e cozinhe lentamente em lume minimo por mais 15 minutos.

Flôr de Chá ou Blooming Tea

Recebi um dia destes do Aromas e Especiarias uma pequena bola, conhecida como flôr de chá, em inglês blooming tea. 
Consiste num conjunto de folhas secas de chá, enroladas em torno de uma ou mais flores secas. 
Normalmente, é feita de chá verde ou chá branco, e as flores podem ser variadas.

É servido em recipientes feitos de vidro ou outro material transparente, de modo a que o efeito de floração possa ser visto e apreciado.
Despeja-se água quente, sobre a pequena bola de chá, espera-se uns minutos e a bola vai começar a abrir até ficar numa flor, como podem ver nas imagens.












Pelo facto de o desconhecer, adorei o presente e o chá, é delicioso e bem aromático.



Vitela Estufada

É uma forma simples, mas a que mais aprecio, quando tenho um bom e tenro naco de vitela...



700 g de vitela para estufar "Talho do Brasileiro"
2 cebolas grandes
2 dentes de alho
1,5 dl de vinho branco, de boa qualidade
Azeite
Sal e pimenta
1 c. sobremesa de paprika





Num tacho grande, coloque o azeite suficiente para cobrir o fundo. Assim que estiver bem quente, coloque o pedaço de vitela, para que doure de ambos os lados. Coloque depois a cebola em pedaços grandes, o alho laminado e restantes temperos, e deixe refogar lentamente, até que a carne esteja bem tenra e a cebola caramelizada.
Fatiar a carne e servir com puré de batata caseiro e salada.