Pin It button on image hover

Waffles ou Gaufres

De vez em quando lá tento a minha sorte e participo num ou outro passatempo, a maior parte no facebook e, quando recebi de prémio do Lidl, uma maquina 3 em 1 (faz waffles, grelhados e tostas) acreditem que foi uma alegria enorme pois há muito que desejava ter uma maquina de fazer waffles. Fui sempre adiando pois achava que já tinha muitas coisas nesta minha pequena cozinha  e mais um electrodoméstico, ia ainda encher mais, o espaço que já é tão pouco. Mas a verdade, é que sempre damos um jeito de os guardar, verdade? Ainda mais quando os desejamos tanto, como foi este.
Meti logo as mãos na massa, testei uma e outra receita mas foi esta que partilho aqui, que achei ser perfeita e deliciosa. Saem moles da maquina mas, depois de arrefecerem um pouco, ficam entre o crocante e o fofo.





1 chávena bem cheia, de farinha
50 g de açúcar
Raspas de um favo de baunilha ou 1 c. de chá de aroma de baunilha
1 colher de chá de fermento em pó
Meia colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 chávena e meia de leite, à temperatura ambiente
4 c. sopa, de manteiga amolecida
1 c. de chá de gengibre em pó
3 ovos

1 iogurte grego
Mel q.b.
Açúcar em pó, para polvilhar

Na bimby:

Colocar no copo da bimby a borboleta, as claras e a pitada de sal e programar 2 min/ vel 3 ½.. Reservar.
Retire agora a borboleta. Colocar o açúcar e as raspas de baunilha e ligar 10 seg/ vel 9.
Junte depois as gemas, o leite, a manteiga e o gengibre em pó e programar 4 min/ 70º / vel 4.
Finalmente, adicionar a farinha, o bicarbonato de sódio e o fermento e misturar 15 seg/ vel 3.
Retire e já cá fora, envolva as claras na mistura de ovos. Deixe a repousar por uns minutos e entretanto ligue a maquina para que esta vá aquecendo.
Pincele ou unte com spray de cozinha, as grelhas de waffles e deite nelas, colheradas do preparado. 
Sigam depois, as instruções da maquina mas, ao fim de 3/4 minutos espreitaem a ver se já estão douradinhas  o suficiente.
Servir com compotas ou iogurte grego, mel e polvilhados com açúcar em pó.


Modo Tradicional:

Numa tigela, misture a farinha peneirada com o fermento, o bicarbonato de sódio e a pitada de sal. 
Bata a manteiga com as gemas e o açúcar. Junte depois o leite e, aos ingredientes molhados junte agora os secos, assim como as raspas ou aroma de baunilha e o gengibre em pó. Mexa até misturar bem.
Bata as claras em castelo e envolva depois na mistura anterior. Deixe a repousar, enquanto a máquina de fazer waffles, aquece bem.
Pincele as grelhas com manteiga derretida ou spray de cozinha, e deite na máquina a mistura na quantidade necessária. Feche a máquina de waffles e cozinhe por 3/4 minutos (ou seguindo as instruções) até os waffles ficarem dourados e crocantes.
Sirva os waffles com iogurte grego, mel e polvilhados com açúcar em pó.

Mini Sericaia com Ameixa em Calda

Após regressar de férias, as influencias gastronómicas dos lugares onde estivemos ficam e, tendo eu ido até ao meu Alentejo, a sericaia ficou entre os meus desejos a repetir.
Desta vez em versão mini e, quando me deram umas ameixas Rainha Cláudia melhor ainda pois serviram na perfeição para acompanhar este doce. Mergulhei-as numa calda leve de açúcar até amolecerem mas infelizmente estiveram um pouco de tempo a mais e a pele saiu não ficando visualmente tão bonitas, mas estavam deliciosas.
Aqui fica a receita deste doce tipicamente alentejano, implementado no Alentejo pelas mãos das freiras do convento de Elvas e Vila Viçosa.


8 ovos
Meio litro de leite
250 g de açúcar
50 g de farinha
Canela q.b
Casca de limão
Ameixas (usei Rainha Cláudia)
Açúcar (um pouco menos do peso das ameixas)


Batem-se as gemas e junta-se-lhe o açúcar e torna-se a bater.
Aos poucos, adiciona-se a farinha, o leite e por fim a casca de limão ralada.
Depois de tudo batido, leva-se a lume brando, mexendo sempre.
Quando o creme estiver espesso, deixa-se arrefecer um pouco, para depois se misturarem as claras em castelo, delicadamente.
Deita-se o preparado num prato fundo de barro ou em pequenos ramequins, tal como fiz nesta receita.
Polvilham-se bem de canela e vão ao forno a cozer a 200º C. por cerca de 20 minutos, ou até que abram pequenas fendas.
Sirva com ameixas em calda (ameixas cozidas em calda leve de açúcar).



Regresso das Férias e mais um "Por detrás do Blog"

E depois de mais umas férias (para o ano há mais), estou finalmente de volta e de baterias recarregadas. Souberam  a pouco é certo, mas a verdade é que também já tinha saudades vossas e do meu blog.


E nada como regressar, partilhando aqui mais uma rubrica e entrevista do "Por Detrás do Blog"
A 3ª entrevistada que vos trago hoje é autora de um blog que já sigo desde 2012.
Fotos lindas? Receitas deliciosas? Vão até lá e confiram. 
Entre os melhores blogs, todos parecem ter muito em comum, mas o que os separa verdadeiramente, são as personalidades fortes por trás deles. E nesta minha rubrica é esses que quero e tenho vindo aqui a destacar.
Por tudo isto, e por o seu blog ser também para mim outra grande referência, ela tinha de também fazer parte desta minha rubrica, neste meu humilde espaço. 









Queria agradecer-lhe o facto de ter aceite este meu desafio e quero dizer aqui, que a admiro imenso assim como ao seu trabalho, lhe invejo as fotos e que um dia, adorava ter a oportunidade de a conhecer pessoalmente.

Falo de... Vera Ferraz


















...a pessoa "por detrás do blog":



1-Como surgiu o blogue na tua vida? Fala um pouco sobre ele e do que significa para ti.

O blogue surgiu pela necessidade de ter um caderno de receitas on-line de maneira a conseguir partilhá-las com alguns amigos e familiares que não estavam tão próximos fisicamente. Neste momento é, para além do tal caderno de receitas on-line, um local onde partilho alguns dos meus gostos mais pessoais como a fotografia, musica ou viagens. Acaba por ser um bocadinho de mim...



 2- De que forma ele mudou a tua vida?

Inevitavelmente o carinho surge por quem nos lê e sinto-me na "obrigação" de partilhar receitas assiduamente, o que se torna complicado em algumas semanas. Além disso, vão surgindo convites para eventos muito interessantes que ja me permitiram conhecer pessoas e locais fabulosos.

3- Quais os aspectos positivos e negativos de ter um blogue.

Ter um blogue tem vários aspetos positivos, começo pelo mais visível para mim que é a evolução que tive a nível de fotografia. Confesso que fico com um sorriso tolo quando vou ao inicio do blogue (Setembro de 2011) e vejo como fotografava na altura!
Outro aspecto positivo é o facto de ter as receitas muito mais organizadas e sempre à mão assim como, tal como já referi, por causa do blogue já conheci imensas pessoas que, depois da "desvirtualização" se tornaram amigas. 
Sinceramente e felizmente, ainda não consegui ver quais os aspetos negativos. Claro que sendo eu própria, tal como na vida real, não consigo agradar a gregos e a troianos e em algum momento há alguém menos simpático que deixa um comentário desagradável. Mas não são muitos, acho que ainda só tive que eliminar 1 ou 2 comentários que achei inapropriados. Nem tenho moderador de comentários porque acho que tenho os melhores leitores do mundo!

4- Que prato cozinhas mais vezes, seja pela simplicidade ou porque simplesmente adoras e te faz a ti, e aos outros, feliz?

Gosto imenso de fazer entradinhas ou sobremesas e bolos. Ninguém resiste a estes miminhos!!

5- Que receita ou ingredientes, nunca experimentaste e recusas comer?

Nunca experimentei rã, nem coisas do género. E confesso que não sei se experimentaria...


Foto: A sugestão para hoje é tão nutritiva quanto saudável!
Vejam no blogue:

http://www.hojeparajantar.blogspot.pt/2014/08/salada-russa-low-carb.html
6- Se tivesses que escolher a ementa perfeita, para um dia feliz, com amigos e família, o que escolherias? Elabora um pequeno menu.

A ementa perfeita seria num jardim, com uma manta no chão, e miúdos a correr em volta. Com esta descrição, só poderia escolher coisas boas como folhadinhos, rissóis, croquetes, ou seja, os tais petiscos que adoro fazer. Saladas frias, de grão com bacalhau ou cuscus. E claro, um bolo lindo!


7- Que receita ou receitas, mais prazer e orgulho te deram fazer até hoje, ou têm para ti um significado especial. Porquê?

Tenho imenso orgulho num bolo de aniversário que fiz, este:

http://hojeparajantar.blogspot.pt/2012/11/bolo-de-aniversario-de-uma-princesa.html

8- Ao longo da tua vida, e enquanto blogger, de onde tens recebido influências ou em quem te inspiras? 

Gosto imenso de ler os blogues portugueses e acho que nos inspiramos uns aos outros. E claro, gosto dos grandes e incontornáveis nomes Jamie Oliver, Gordon Ramsey, Donna Hay, Rachel Khoo e tantos outros, assim como os cozinheiros portugueses, Maria Lourdes Modesto, Chef Silva, Henrique Sá Pessoa, etc.
São tantos, tão bons que seria impossível referi-los a todos. Depois, temos os programas de culinária como Masterchef que despertam um cozinheiro em qualquer pessoa!! E gosto de alguns blogues estrangeiros como http://www.thekitchn.com/http://www.greenkitchenstories.com/,
 http://www.101cookbooks.com/http://food52.com/ e muitos outros.
Só gostava de ter tempo para os ler e acompanhar a todos!

9- Que projectos ou desejos tens, e que gostarias ainda de concretizar?

Não faço muitos projetos porque o meu tempo disponível não é muito. Mas quem sabe um dia mudo de vida, e faço um curso de cozinha!


Que ingredientes não te podem faltar:
...na despensa- massas
...no frigorífico- legumes frescos
...no congelador- bacalhau
...na fruteira- fruta da época
...na vida- amor


"Palavra puxa palavra"

Detesto... falsidade
Adoro... amigos reunidos à mesa
Vicio... cozinhar
Defeito... distraída
Qualidade... dedicada
Paixão... comida
Viagem... Itália
Livro... neste momento, "O novo Vegetarianismo"
Restaurante... casa da mãe, não tenho muito hábito de ir a restaurantes.
Ingrediente... canela
País... Portugal
Cidade... Coimbra
Chef... Jamie Oliver
Personalidade... dinâmica


Obrigada uma vez mais Vera, por teres aceite o meu desafio. Continuação de muito sucesso para o teu blog e que este, ainda te traga muitas mais alegrias e boas surpresas.