Pin It button on image hover

Pão de Gelado de Baunilha





BOM DIA!

Hoje comemora-se o Dia Mundial do Pão/ World Bread Day.
E aposto que hoje por esta blogosfera, serão só deliciosas receitas deste magnifico alimento.

A minha proposta, vem directamente do recente livro de Matt Preston, o famoso jurado do programa de culinária MasterChef Austrália.
Com dois ingredientes apenas, se faz este delicioso pão.
Querem ver?









(abaixo está a receita original do livro mas, como eu queria um pãozinho maior, dobrei as quantidades)

2 cháv. de gelado de baunilha, derretido
225 g de farinha







Envolver o gelado derretido, juntamente com a farinha. Deite na forma untada e enfarinhada, preenchendo bem os cantos e  lados.
Leve ao forno por 50 minutos, em forno pré-aquecido  170ºC.
Antes de levar ao forno, polvilhei com sementes de sésamo preto (opcional).






Resulta num pão crocante por fora, de miolo muito fofo e sabor agradável e adocicado q.b.
Ainda morno, barrado com manteiga, é uma verdadeira delicia... 





Beijinho e bom fim de semana!

Leite de Aveia


BOM DIA!
Apresento-vos hoje mais uma bebida vegetal. De sabor muito agradável, cremosa e cheia de fibra, e uma das preferidas que fazemos aqui em casa. Além disso, com o Chufamix, faz-se num instante e sem sujar nada.










1 cháv. de flocos de aveia
1 c. sopa de Chips de Coco OXnature
3 cháv. de água
1 c. de sopa de maple syrup (ou mel)
1 pitada de sal (para realçar o sabor)
1 pitada de canela (opcional)






Lave e coe o aveia. Deite no chufamix a água, coloque o filtro e depois lá dentro a  aveia, os flocos de coco, a pitada de sal e a canela. Triture bem com a varinha mágica e "voilá".
Já está pronta a vossa bebida de aveia.
Adoce a gosto com o maple syrup e beba de imediato. Ou, se preferir, guarde em frascos de vidro e reserve no frigorífico por 2 a 3 dias.
(É normal que em repouso a água se separe da aveia. Antes de consumir apenas tem que agitar bem.)




Caso estejam interessadas neste fabuloso espremedor não eléctrico, de sementes, frutos secos, cereais e vegetais, podem encomendá-lo na Loja Da Água by Ribablue

Beijinho e Feliz Quinta-feira!

Quiche de Queijo e Tomate Seco

Esta é daquelas quiches que nos conquistam logo na primeira dentada...






Massa:
1 cháv. de farinha
6 c. de sopa, de manteiga fria
 4 c. de sopa, de água fria
1 pitada de sal

50 g de tomates secos, em óleo
1 cebola roxa, picadinha
1 fio de azeite Casa Soares de Albergaria
Queijo Emmental ralado q.b.
150 g de queijo ricotta Galbani
2 c. de sopa de creme fraiche
1/2 copo de folhas de manjericão fresco
Sal e pimenta q.b.









Comece por preparar a massa colocando todos os ingredientes numa tigela. Amasse bem, envolvendo todos os ingredientes e embrulhe-a em película aderente. Reserve no frigorífico por cerca de 30 minutos.

Entretanto, numa frigideira com um fio de azeite, refogue a cebola. Assim que dourar retire.
Numa tigela, coloque agora a cebola refogada, o ricotta, o creme fraiche, o manjericão picado em tiras e o tomate seco em cubos. Tempere de sal e pimenta.

Retire a massa do frio e estenda em círculo. Forre com ela a tarteira, retirando todo o excesso de massa.
Por cima coloque um pouco do queijo ralado e deite a mistura anterior.
Polvilhe com mais um pouco de queijo ralado e leve ao forno, a 180º C, por cerca de 30/35 minutos.



Beijinho e bom resto de semana!

Marmelada Branca de Odivelas

No seguimento de receitas aqui publicadas, retiradas de blogs que muito admiro, respeito e me inspiro, trago-vos hoje esta marmelada, cuja receitinha, foi retirada do blog da querida Isabel do Cozinhar Com os Anjos, (a quem pedi permissão para esta publicação).
Sempre que eu fazia marmelada, era daquela que ficava escurinha e avermelhada, mas cobiçava sempre quando via aquelas bem amarelinhas. Foi então que a pesquisar, dei de caras com a receita perfeita e que estava no blog desta querida e sábia amiga, a quem desde já e daqui mando, um grande grande beijinho com muita estima e agradecer-lhe a partilha da receita que como disse podem encontrar aqui no seu blog, que espero visitem também.


Jarro e Tigela by Oficina da Formiga



400 g de marmelos descascados e sem caroços
800 g de açúcar
200 ml de água de cozer os marmelos (coada)








Cortar os marmelos em quartos, retirar o caroço, e colocá-los numa tigela com água fria.
Passar depois a fruta por várias águas, escorrer e colocar depois numa caçarola (usei a da Celar), cobertos com água fria. Levar a lume brando, até os marmelos ficarem bem cozidos.
Reservar depois 200 ml da água da cozedura.
Passar a fruta por uma peneira com a ajuda de um garfo (parte mais chata, diz a Isabel e digo eu hehehe).
Colocar de novo o tacho ao lume com o açúcar e a água reservada e deixar ferver até encontrar o ponto de pérola. Nessa altura juntar o polme da fruta passada pela peneira e envolver muito bem, com uma vara de arames. Mexer sempre, até começar a ferver de novo.
Retirar o tacho do lume e com a vara de arames vá continuando a bater a marmelada, até esta arrefecer.




Deitar num pyrex ou taças, e colocar ao sol a secar.


Arroz De Pato da Isabel

Uma receita, vinda directamente de um dos meus blogs favoritos e mais inspiradores, o Cinco Quartos de Laranja. Foi um arroz de pato, dos melhores que fiz aqui em casa e isso, devo-o à Isabel,  por esta receita tão feliz e tão deliciosa....



(Receita com ligeiras adaptações)

1 pato com os miúdos
400 g de arroz agulha
1 chouriço de carne
100 g de bacon
15 g de salsa
1 cenoura
2 cebolas
2 dentes de alho
45 ml de azeite Casa Soares de Albergaria
4 cravinhos 
10 grão de pimenta-preta
30 ml de vinagre de vinho branco 
1 dl de vinho branco
1 laranja cortada às rodelas
Manteiga para untar q.b.
Água q.b. 
Sal q.b.







Cortar o pato em quatro pedaços, cobrir com água e levar ao lume a cozer, juntamente com os miúdos, o chouriço, o bacon, a salsa, a cenoura descascada e cortada ao meio, uma cebola com os cravinhos espetados, a pimenta, o vinho e sal a gosto.
Passados 45 minutos, rectifique se está cozido e retire.
Assim que arrefecer, limpe o pato de peles, gorduras e ossos, desfie a carne e pique os miúdos.
Com a ajuda de um passador de rede fina, coar o caldo de cozedura do pato, de modo a retirar parte da gordura e impurezas.
Levar um tacho ao lume com o azeite, a cebola e os dentes de alho picados. Refogar até a cebola alourar e só depois junte o arroz para que frite um pouco.
Regar com 1 litro, do caldo de cozedura do pato quente. Juntar o vinagre e cozinhar com o lume no mínimo, com a panela tapada, até o arroz estar cozido. Se necessário, rectificar o sal.
Retirar a pele a metade do chouriço e picá-lo juntamente com o bacon e juntar depois ao pato desfiado.
O restante chouriço corte às rodelas para a decoração.
Untar um pyrex ou tabuleiro, com manteiga e colocar no fundo, metade do arroz. Por cima coloque o pato desfiado misturado com os enchidos e os miúdos e finalizar com o restante arroz. Alisar a superfície, pincelar com uma gema de ovo, previamente batida com uma colher de sopa de sumo de limão e finalmente, dispor por cima o chouriço cortado às rodelas.
Levar ao forno pré-aquecido a 220º C, por cerca de 15 minutos, somente para alourar.
Servir quente com rodelas de laranja.