Pin It button on image hover

Poppy Cake

Um bolo fantástico, cuja receita "copiei" do fantástico  Sweetaffair, o blog da querida Ana.
Deixo-vos o convite para que o visitem e se inspirem com esta e outras receitas deliciosas, que ela tão bem partilha.







2 cháv. farinha sem fermento
1 ½ cháv. de açúcar
½ cháv. de sementes de papoila
8 ovos
1 c. chá de extracto de baunilha
½ cháv. de óleo
¾ cháv. de água
3 c. chá de fermento
½ c. chá de cremor de tártaro
½ c. de chá de sal

Cobertura:
400g chocolate branco
350ml natas, 35%MG
1 c.sopa de manteiga
(Eu só na hora vi que não tinha natas, pelo que usei na cobertura, 200 g de chocolate branco derretido e lascas de chocolate de leite)








Peneirar a farinha juntamente com o fermento, o açúcar e o sal.
Sem bater, junte as gemas com o óleo, a água e o extracto de baunilha e verta para o recipiente da farinha misturando bem. De seguida junte as sementes de papoila e envolva-as no creme.
Entretanto bata as claras e o cremor de tártaro, até ficarem em castelo. Junte 1/3 à massa e envolva para que esta fique mais liquida. Envolva as restantes claras delicadamente e em movimentos circulares, para evitar que o ar das claras seja libertado.
Verta a massa para a forma, previamente forrada com papel vegetal e ligeiramente untada e leve ao forno a 150ºC durante cerca de 1 hora ou um pouco mais (evite abrir a porta do forno durante o processo, só abrindo em caso do bolo começar a ficar muito escuro na superfície e aí cubra-o rapidamente com papel de alumínio.
Desligue o forno e deixe-o arrefecer no seu interior para baixe o menos possível. Assim que estiver morno, retire do forno, desenforme e coloque sobre uma grelha. Reserve.

Entretanto, comece a preparar o ganache de chocolate.
Aqueça em lume brando  as natas e a manteiga enquanto parte o chocolate em pedaços pequenos. Desligue o lume e junte o chocolate, mexendo um pouco até que este derreta por completo. Deixe arrefecer até obter a consistência desejada para cobrir.

Coloque um prato grande por baixo da grelha e do bolo e verta o chocolate por cima deste de forma a cobri-lo por completo, mas sem o auxilio de nenhum utensílio, permitindo que o ganache escorra pela grelha.


Conforme mencionei acima, eu só usei 200 g de chocolate branco derretido e polvilhei o bolo com lascas de chocolate de leite.



Beijinho e uma doce Quinta-feira!

Caldo de Tagliatelle, com Grão de Bico e Hortelã

Adoro o sabor e a textura desta sopa. Nada como algo reconfortante, para combater estes dias frios...
Serviu também esta receita para participar na segunda edição da Revista "Portugal de Sabores e Tradições" mais concretamente na rubrica

O Segredo é… a Massa

Espero que gostem da sugestão:







300 g de tagliatelle + 50 g para fritar
250 g de grão de bico cozido
1 folha de louro
1 cenoura, em cubinhos
1 alho francês, em rodelas finas
1 ramo de hortelã, fresca (eu usei hortelã-vietnamita)
4 pedaços de tomate seco
1 dente de alho, descascado e pisado
60 ml de azeite extra-virgem Casa Soares de Albergaria







Leve ao lume, a lata de grão cozido, juntamente com o seu suco. Assim que ferver, junte uma folha de louro, a cenoura, o aipo, o alho francês em rodelas finas (usei o cortador Borner), o tomate seco em pedaços e um ramo de hortelã. Deixe que continue a ferver por cerca de 30 minutos (se necessário, vá juntando água quente). Retire a folha de louro e tempere de sal e pimenta, moída na hora e mantendo em lume baixo.
Leve ao lume, numa outra panela, bastante água temperada de sal. Assim que ferver, junte a massa, até esta ficar al dente. Retire e escorra-a.
Enquanto isso, numa frigideira com azeite e em lume médio, frite o dente de alho até este querer dourar. Junte as 50 g de tagliatelle, somente para fritar e dourar um pouco. Retire-a e coloque-a sobre papel absorvente. .
Junta-se a massa ao caldo de grão e cozinhe por mais uns 2 minutos, em lume baixo. Rectifique de sal e sirva, cobrindo com o tagliatelle frito.
(Regue com mais um pouco de azeite se necessário e enfeite com folhas de hortelã).


Taça by "Oficina da Formiga"


Peitos de Frango Com Molho de Tomate e Manteiga

Adoramos frango cá em casa mas há que ir variando na forma de o preparar. E se a preferência vai para os grelhados, um dia destes, foi desta forma que resolvi usar uns peitos de frango.
Espero que gostem pois é deliciosamente maravilhoso e tudo graças a este molho de manteiga e tomate, que aqui faz toda a diferença!







4 a 5 peitos de frango, sem pele e desossado
Sal e pimenta
7 cl de azeite
5-6 tomates, em cubos
3 dentes de alho picados
1 punhado de manjericão fresco,
2 c. sopa de manteiga
300 g de esparguete




Na Cuisine Companion

Cubra os peitos de frango com película aderente e bata, de modo a ficarem com a mesma espessura, em todo o comprimento.
Tempere-os de sal e pimenta moída na hora. Reserve.
Faça o esparguete, cozendo-o conforme as instruções da embalagem.
Descasque os dentes de alho e coloque-os juntamente com os tomates, na taça com a lâmina picadora. Pique na velocidade 10 durante 10 seg.
Substitua a lâmina picadora pelo acessório misturador e junte o azeite. Seleccione o programa P1 de cozedura lenta a 130 ºC durante 5 min.
Tempere de sal e pimenta e seleccione o programa P2 de cozedura lenta a 95 ºC durante 20 min.
A 3 minutos do fim, junte a manteiga ao molho de tomate.
(se no fim achar que ainda não está a seu gosto, seleccione mais uns minutos)
Entretanto numa frigideira, aqueça um fio generoso de azeite e adicione o frango. Frite por vários minutos de cada lado, até este ficar cozinhado a seu gosto. 
Deite o molho sobre a massa previamente escorrida e sobre os peitos de frango e junte algumas folhas de manjericão, picadas. 


Beijinho e Feliz Terça-feira!

PS- Não se esqueçam de ir até à minha página de facebook e participarem no fabuloso passatempo que está a decorrer, em parceria com a Moulinex!

Fantástico Passatempo 50.000 fãs!

Está a decorrer na minha página de facebook, aquele  que considero o melhor passatempo do mundo ou não fosse ele para comemorar os já ultrapassados 50.000 seguidores e não tivesse ele também a maravilhosa parceria da MOULINEX!




Passem por lá e participem, conto convosco e o prémio... é fabuloso.
Saibam mais aqui sobre a

Multicooker Maxichef Advanced







Croquetes de Carne e Arroz na M-Press



Com a M-Press, vemos de repente a nossa vida mais facilitada na hora de preparar croquetes caseiros, gnocchis, barrinhas de peixe ou até mesmo bolachas. E o melhor de tudo sem sujar as mãos.
Por ser tão fácil de usar, podemos até colocar os miúdos a ajudar.
Tinha umas sobras de carne assada e de arroz e daí saíram estes croquetes deliciosos e feitos num instante.



400 g de sobras de carne (usei sobras de vitela estufada)
150 g de arroz, previamente cozido Pato Real
2 dentes de alho
Sal q.b.
Pimenta e noz moscada, moída na hora  Margão 
Molho béchamel q.b.
Pão ralado q.b.
2 ovos batidos








Pique a carne, juntamente com o arroz e os dentes de alho.
Aos poucos, junte o béchamel, até verificar que a mistura fica moldável.
Reserve no frigorífico por cerca de 2 horas (eu guardei de um dia para o outro).

Coloque a mistura de carne no M-Press da Tupperware, e vá calcando, até que a mistura saia toda pelos orifícios em baixo.

Com a ajuda do cortador, corte porções do tamanho desejado.




Passe os croquetes pelos ovos batidos e de seguida pelo pão ralado.
Frite-os em óleo quente, até ficarem douradinhos.
(Podem também optar por congelar).




Caso estejam interessadas em adquirir a M-Press, falem com a Claudia do Histórias e Aromas e encomendem esta e outras maravilhas da Tupperware.