Pin It button on image hover

Baguete Caprese

Uma entrada, simples e deliciosa e que aqui em casa gostamos muito de petiscar...






1 baguete, cortada ao meio
3 c. de sopa de manteiga com sal
1 c. sobremesa de alho em pó
1 queijo mozzarella
1/2 cháv. de vinagre balsâmico Ponti
2 tomates médios, cortados finamente
Sal e pimenta
Oregãos secos, para polvilhar

Acessórios:



Com a mandolina borner laminar os tomates em rodelas finas.


Pré-aqueça o forno a 200º C. Corte a baguete ao meio e coloque-a numa assadeira, com o lado cortado virado para cima.
Numa tigela, misture a manteiga com o alho e espalhe uniformemente pelas metades do pão.
Por cima, coloque lascas de queijo mozzarella, de modo a cobrir todo o pão.
Leve ao forno, até o queijo derreter (cerca de 10-12 minutos).
Entretanto, leve ao lume o vinagre balsâmico para que ferva. Baixe depois para o mínimo, e vá mexendo, até a mistura reduzir para metade (cerca de 5 minutos).
Retire o pão do forno e cubra-o com as fatias de tomate. Tempere de sal e pimenta a gosto. 



Polvilhe com os orégãos secos, e regue com a redução de vinagre balsâmico
Corte em fatias, sirva e delicie-se...



Beijinho e bom fim de semana!

Inspirado aqui

Farófias

Uma das sobremesas preferidas do meu marido e com a qual o presenteei um dia destes.
Nem preciso dizer que fez as suas delicias...




5 ovos (gemas separadas das claras)
80 g de açúcar em pó
1 pitada de sal
1 l de leite
120 g de açúcar
Casca de 1 limão
1 pau de canela Margão
1 c. de sopa rasa de Maizena
Canela moída q.b. Margão







Comece por torrar a amêndoa laminada, colocando-a na cuba do Purifry e seleccionando 5 minutos a 180º.



Leve ao lume o leite, juntamente com o açúcar e as cascas de um limão.Separe cuidadosamente as claras das gemas e certifique-se que não há qualquer vestígio de gema nas claras. Assim que ferver coloque o fogão no mínimo.Coloque agora no leite, colheradas de claras, deixando-as cozer por 25 a 30 segundos, de cada lado. À medida que vão estando, retire-as para um prato, escorrendo-as bem.
Coar depois o leite com um passador de rede fina e deixe que este arrefeça um pouco.
Retire depois algum do leite para uma tigela e junte-lhe as gemas assim como a maizena e leve de novo ao lume até engrossar.
Sirva as farófias, regadas com este creme e polvilhada com canela em pó a gosto e a amêndoa torrada.



Beijinho e bom fim de semana!

Pasteis de Queijo com Recheio de Espinafres

Ontem vi esta receita neste blog e não resisti a experimentar de imediato. E não podia ter feito melhor escolha. Uma massa fantástica de se trabalhar, deliciosa e que fica sequinha e nada mas mesmo nada, gordurosa ou mole como costumam ficar muitas vezes os pasteis e os fritos e isso, também se deve em muito, ao facto de os ter feito na minha Purifry da Russell Hobbs e que podem encontrar à venda aqui na FNAC
Fica por isso aqui a receita e a minha versão, que só posso dizer que foi positiva e ficou super aprovada!




350 g de queijo mozarela ralado
150 g de farinha de trigo
1 ovo
1 pitada de sal
1 molho de espinafres (folhas)
2 dentes de alho
1 pacote de natas Parmalat





Numa tigela, coloque o ovo e o queijo ralado e misture bem com a ajuda dos dedos, até conseguir uma massa homogénea De seguida adicione a farinha e a pitada de sal. Misture até a massa ficar uniforme e macia. Reserve.
Entretanto leve uma frigideira ao lume com os dentes de alho e assim que começarem a dourar, junte os espinafres picados e refogue até que estes amoleçam. Vá juntando as natas, enquanto mexe, até conseguir uma consistência cremosa.
Forre a bancada da cozinha com película aderente e com o auxílio do rolo, estique a massa até conseguir uma espessura de 3 a 5 mm.
Corte a massa em rodelas usando um cortador ou um copo (eu escolhi fazer em tamanho pequeno). Rechear com os espinafres e fechar, selando bem as pontas. 
Com alguns restinhos de massa fiz também uns gressinos ,envolvidos em folhas de majericão seco.
Coloque na Purifry e selecione 180º por 15 a 20 minutos


Prato fundo Ivoire da Colecção Arborescence REVOL

Sirva os pasteis com uma salada e delicie-se pois são simplesmente irresistíveis.

Beijinho e uma Feliz Quinta-feira!

Smoothie de Jaca com Leite de Coco

Cultivada da Índia ao Brasil, a Jaca é um fruto tropical, cheio de benefícios com maior destaque para a revitalização quase imediata que proporciona ao nosso organismo. É uma óptima opção para aqueles que querem uma fonte natural de energia, totalmente livre de gorduras, tendo também vitaminas e fibra. Resumindo, consumi-la só nos traz benefícios.
Por cá ainda não é muito conhecida mas a Koala comercializa-as vendendo-as em lata por isso já não têm desculpa para não provarem este delicioso fruto.
Além de muito nutritivo, este smoothie que vos trago hoje, vai certamente fazer com que na próxima vez, procurem nos supermercados a Jaca em Calda da Koala.





1 lata de Jaca em calda Koala (250 g)
150 ml de leite de coco Koala
1 c. sopa de sementes chia
Água q.b, (ou um pouco da própria calda da lata)




Retire a Jaca da calda, escorra-a reservando um pouco da calda e pique-a em pedaços (reserve alguma para a decoração).
Coloque-a na taça da Cuisine Companion com a lâmina picadora. Junte o leite de coco, as sementes de chia e misture por 1 min./Vel. 12.  Se achar a mistura grossa, junte um fio de água ou um pouco da calda da lata, até conseguir a consistência desejada.
Sirva de imediato, decorando com um pouco de jaca picada.


Socca de Chocolate

A Socca ou farinata, uma espécie de crepe/panqueca, típica da costa da Ligúria, que abrange algumas regiões da França e Itália. É também conhecida por Faina ou Fainá, na Argentina e no Uruguai, onde é também muito apreciada.
A receita original é basicamente de farinha de grão de bico com água e azeite, mexendo até formar uma massa fina e cremosa e que é depois levada ao forno (aberto), ou feita numa frigideira de ferro.
Eu usei a minha crepeira da Celar, e dei a esta iguaria um toque doce e em jeito de sobremesa ou lanche.
Acreditem que ficou uma verdadeira delícia além disso, é muito fácil de fazer esta minha receita de hoje:





1/2 cháv. de farinha de grão de bico (comprei no Celeiro), mas podem também fazer em casa (*receita mais abaixo)
1/2 cháv. de água
2 c. de sopa de cacau em pó
1 c. de sopa de azeite extra-virgem Oliveira da Serra
1 c. chá de canela
1 pitada de sal
1 c. de sopa de maple syrup
(dá para cerca de  6 unidades)

Acessório:
Crepeira Celar




Misture bem todos os ingredientes. Deixe a repousar por alguns minutos.
Unte a crepeira Celar, com um pouco de azeite e aqueça-a. 
Despeje nela um pouco de massa e aqui pode dar-lhe duas formas ou em forma de panqueca ou em forma de crepe e cozinhe por 2 a 3 minutos de cada lado. Repita o processo com a restante massa.

Crepeira da Celar

Sirva quente, com a cobertura que desejar (eu usei banana em rodelas, regadas com Maple Syrup).


Algumas outras ideias de cobertura: compotas e geleias, xarope de chocolate, frutas frescas, pedaços de chocolate, nutela, chantilly, iogurte, caramelo, etc.

*Como fazer farinha de grão em casa:
500 g de grão-de-bico
Coloque o grão-de-bico de molho por 8 a 12 horas, trocando de vez em quando a água. Escorra e coloque-o numa assadeira. 
Leve ao forno pré-aquecido a 180º C, e asse por cerca de 40 minutos ou até ficar dourado (ir revolvendo de vez em quando o grão para dourar por igual).
Deixe arrefecer e coloque no processador de cozinha, triturando até virar farinha. Passe depois por uma peneira e leve de novo ao forno a 120º por 15 minutos para que seque totalmente (mexendo esta de vez em quando com uma espátula). 
Retire, deixe arrefecer e guarde a farinha em frascos de vidro hermeticamente fechados.
Receita inspirada daqui

Bebida de Sementes de Linhaça e Gengibre




Faz meses que ando com refluxo gástrico, o que não é nada agradável, como devem imaginar.
Assim, e quando vi a receita desta bebida no livro "The Blender Girl" de Tess Masters que estou a adorar ler e folhear, e a referir-se como sendo óptima para quem sofre deste problema, nem hesitei a fazê-la de imediato.
Se sofrem deste problema também, então aconselho-vos a fazerem pois para além de sentirmos um alivio é uma bebida muito agradável de beber e saborear.


Mais uma desculpa fantástica para usar o meu Chufamix, optimo para este tipo de bebidas naturais pois basta triturarmos e obtemos graças ao seu filtro uma bebida super cremosa e bem filtrada sem termos trabalho nenhum.
Antes de passarmos à receita, vejam o exemplo desta foto abaixo, de como o chufamix funciona e caso o queiram encomendar também, visitem o site Loja da Água by Ribablue.






3 c. sopa de linhaça amarela
1 cháv, e meia de água a ferver
1 c. sopa de sumo de limão
1 pedaço de gengibre (do tamanho de um dedo)
Stevia para adoçar





Coloque a água a ferver no recipiente, colocar o vaso filtrante e lá dentro as sementes de linhaça dourada, o sumo de limão e o gengibre. Cobrir com um pano e deixar por duas horas em infusão.


Após esse tempo, e com a ajuda de uma varinha mágica, triture bem até a água fica branca e tudo estar bem triturado ( vá subindo e descendo a varinha, durante este processo). Levantar o vaso filtrante e com o pilão, espremer bem até todo o liquido ficar no recipiente.



Junte a stevia ou outro adoçante a gosto (opcional) e mexa bem.

Vá bebendo esta deliciosa bebida durante o dia, especialmente depois das refeições.


Beijinho e votos de boa semana e já agora, deixo-vos o convite para passarem na minha página de facebook pois estou com um passatempo fantástico, e gostava que todas/os, participassem!

Salmão e Espargos Grelhados

Comidinhas de Domingo!
Se não são os assados reconfortantes, são os grelhados mais saudáveis. E é isso mesmo que vos trago hoje, um delicioso grelhado domingueiro e com o melhor grelhador do mundo o da Russell Hobbs, que não me canso de gabar, tanto pela grande qualidade que nos oferece, como pela facilidade na hora de o limpar. Adoro-o!!
Se o quiserem encontrar, vejam-no aqui no site da Fnac onde se encontra à venda, ou  visitem o site da Russel Hobbs.










Lombos de salmão
2 molhos de espargos
1 limão grande
Sal q.b.
Pimenta preta moída, Margão
1 c. sopa de molho de soja
1/2 c. sopa de açúcar mascavado
1/2 c. sopa de mel
1 c. sopa de vinagre balsâmico
Azeite virgem extra, Oliveira da Serra
1 pitada de alho em pó








Numa tigela, coloque o azeite, o sal, a pimenta, o molho de soja, o mel, o açúcar mascavado e o vinagre balsâmico. Mexa bem todos os ingredientes e coloque os lombos de salmão nesta marinada, por pelo menos duas horas.
Numa outra tigela, coloque os espargos já bem lavados e sem as pontas mais grossas. Tempere-os com um fio de azeite Oliveira da Serra, sal e o alho em pó. Reserve.
Ligue agora o grelhador de ambos os lados. grill e chapa. Quando estiver bem quente, coloque os espargos na parte do grill;



e na chapa, os lombos de salmão:



Cozinhe ambos os alimentos, por 6 a 8 minutos, virando a meio do tempo.
Sirva de imediato, com rodelas de limão e salsa picada!


 Beijinho e Bom Domingo!