Pin It button on image hover

Manteiga com Limão em Conserva e Especiarias

Lembram-se da receita que vos trouxe aqui o mês passado de Conserva de Limão ?
Pois bem, hoje trago-vos uma sugestão maravilhosa onde o podem utilizar.







150 g de manteiga sem sal, amolecida
1 c. de chá de sementes de cominhos
1 c. de chá de sementes de coentro
4 sementes rosa
1 metade de limão em conserva (somente a casca picada, a polpa não será utilizada nesta receita)
Tostas Buitoni q.b.







Deixe a manteiga amolecer por pelo menos 30 minutos.
Num pilão, moer grosseiramente as sementes.
Misture todos os ingredientes na manteiga (recorra a um garfo).
Molde-a depois na forma que desejar e leve ao frigorífico uma hora antes de servir.

Eu servi nas deliciosas tostas Buitoni e posso dizer que foi uma atrás da outra, hummmm....


Receita adaptada daqui

Beijinho e um óptimo sábado!

Queijadinhas de Canela

Não se deixem enganar, pelo ar tosco destas queijadinhas, pois elas são verdadeiramente deliciosas...





3 ovos
60 g manteiga (amolecida)
300 g de açúcar
0,5 l de leite
120 g de farinha
1 c. café de canela em pó (mais alguma para polvilhar)






Pré-aquecer o forno a 180º C.
Na Cuisine Companio n:
Unte as formas, caso não sejam de silicone,com margarina e enfarinhe-as.
Na taça do robot com a lâmina para amassar/triturar, deite os ovos, a manteiga, o açúcar e a canela e programar 1 minuto na velocidade 5. Adicione depois o leite e a farinha, e seleccione mais 30 segundos na velocidade 6. 
Deite a mistura nas forminhas, tendo o cuidado de as encher, apenas até pouco mais de meio.
Leve ao forno por cerca de 40/45 minutos.
Servir, polvilhadas com canela a gosto.



Garanto-vos que são uma tentação...
Beijinho e Bom Fim de Semana!

Rubrica " Marmita Catita--Ideias e Receitas"

Boa tarde!
Quinta-feira por isso, é dia de mais uma rubrica " Marmita Catita--Ideias e Receitas"
Aqui fica então mais uma sugestão e que como sempre, conta com a parceria fantástica da Lunch-it

E o que levei eu hoje na marmita?

Omelete com sementes de papoila
1 bifinho de frango grelhado
1 queijo Mozzarella
Tomate cereja
1 cenoura, em rodelas finas
1 maçã, em fatias finas
Batatas Pringles
1 abacate, em cubos
Vinagre Balsâmico Ponti








Faça a omelete e deixe em estilo crepe (bati 2 ovos aos quais juntei sal e umas sementes de papoila). Enrole-a depois, metendo dentro tiras de frango grelhado e fatias de mozzarella.
Junte umas pringles e fatias de maçã (regadas com limão para que não oxidem).
Ao lado, uma deliciosa salada de tomate cereja, rodelas de cenoura e abacate e regados com vinagre balsâmico.
Eu, deliciei-me com esta marmita/almoço...espero que gostem também da sugestão.



Beijinho e uma Feliz Quinta-feira!

Flaska, a minha nova Garrafa



Apresento-vos a minha nova garrafa e que me acompanha agora, para todo o lado:


 De frente:




Por trás;
Mandei personalizar, vindo com o meu nome.


Gira, verdade?


Mas Flaska não é uma qualquer garrafa de vidro normal. Não, ela é bem diferente.

O seu vidro está programado mediante tecnologia TPS (tecnologia de programação da sílica) e através da qual, conseguimos água estruturada.

E dizem vocês: mas o que é isso de água estruturada?

É a água que sustenta as células e que tem como particular característica, permitir passar livremente por entre as paredes celulares, levando oxigénio, nutrientes, cadeias de proteínas, enzimas e removendo o acumular de substâncias tóxicas acumuladas na célula.


Disponíveis em dois tamanhos (0,5L e 0.75L). Protegidas com capas protectoras de neoprene, silicone, cortiça ou algodão que para além de a embelezarem, protege-a contra choques e quedas e mantém a nossa bebida quente ou fria . Devido à alta qualidade dessas capas, até mesmo as pessoas com estilo de vida activo, podem usar a Flaska em qualquer ocasião.

Assistam aqui ao vídeo de apresentação:












Podem encomendar a vossa garrafa, aqui no site da Flaska e escolher entre os vários e lindos modelos de capas.



























Visitem também a sua página de Facebook...

Espero que tenham gostado desta novidade e que está agora ao nosso alcance, podendo vós encomendá-la também através do site, não havendo assim desculpas para não termos todas a nossa Garrafa Flaska.

Ensopado de Borrego (à minha maneira)

Embora seja à minha maneira, (no que toca a ingredientes), fiz este ensopado no Multicooker da Redmond e nem duvidem, do quão bom e apetitoso ele ficou...






1 kg de carne de borrego (costeletas e sela)
1 c. sopa de banha
3 c. sopa de Azeite virgem extra,Oliveira da Serra
6 batatas, em cubos
2 cenouras, ás rodelas
2  cebolas cortadas em pedaços grandes
3 c. sopa de polpa de tomate Guloso
2 dentes de alho, picadinhos
1 Folha de Louro
1 c. sopa de Ervas de Provence
Vinho branco q.b.
Colorau Margão
Sal e Pimenta
Fatias de  pão alentejano, torrado ou frito em azeite
Folhas frescas de hortelã








Corta-se a carne em pedaços pequenos e passam-se por farinha. Reserve.
Coloque na cuba do Multicooker Redmond, a banha e o azeite Oliveira da Serra e introduz-se a carne.
Seleccionar o programa Stew/ensopado e tape. Passados uns minutos abra a tampa e mexa de modo a não pegar.
Quando estiver a ganhar um tom dourado, refresque com um pouco de vinho branco e junte a cebola, os dentes de alho, a polpa de tomate, a folha de louro e tempere de sal e pimenta a gosto. Refogue mais um pouco e, enquanto vai mexendo, junte a batata, a cenoura, as ervas de provence e um pouco de água, até cobrir parte do refogado. Tape o Multicooker e deixe estufar. À medida que vai decorrendo o tempo, abra a tampa e vá mexendo. Se necessário acrescente um pouco mais de água.

Na altura de servir, tenha já o pão torrado numa terrina, sobre a qual se deita o ensopado, reservando algumas fatias para decorar assim como algumas folhas frescas de hortelã.


Queques de Limão e Iogurte

São fofos, deliciosos e aromáticos, como tudo o que leva limão. A receita ,veio do blog da querida Sylvie o "A Culinária e Eu" que eu uma vez mais deixo o convite, a que visitem e se deliciem com as suas receitas.



220 g de farinha com fermento
100 g de açúcar
1 c. de sopa de manteiga amolecida
1 iogurte sabor a limão (ou natural)
Raspa e sumo de 1 limão
2 ovos
1 c. chá de extracto de baunilha




Aqueça previamente o forno a 180º C .

Na Cuisine Companion:

Coloque a farinha, o fermento, o açúcar, o iogurte, os ovos, a raspa e sumo do limão, o extracto de baunilha e a manteiga, na taça, com a lâmina para amassar/triturar. Seleccione o programa de massa P3 durante 3 min.
Divida o creme pelas forminhas, previamente untadas.
Leve ao forno e deixe cozer durante 20/25 min.


Beijinho e um bom resto de dia!

Risotto de Acelga Vermelha com Pimentos



Mais uma receita (depois desta), feitas com as maravilhosas acelgas e devo dizer que ficou um risotto absolutamente delicioso...








4cl de azeite
1 cebola pequena
2 folhas de acelga, hastes separadas dos caules
7 cl de vinho tinto (ou podem usar branco), de boa qualidade
2 pedaços de pimento (vermelho e amarelo) em conserva, da Ponti
350 g de arroz Carnaroli Pato Real
900 g de caldo de legumes
40 g de manteiga
Raspas de 1/2 limão
Queijo parmesão q.b.






Na Cuisine Companion:

Coloque na taça com a lâmina picadora, a cebola cortada grosseiramente. Pique durante 15 seg. na velocidade 11.
Substitua agora a lâmina pelo acessório misturador e junte o azeite assim como os caules da acelga em pedaços e seleccione o programa de cozedura lenta P1 durante 6 minutos (sem a tampa reguladora de vapor).
Quando o temporizador indicar que faltam 4 minutos, junte o arroz e logo depois, quando faltar apenas 1 minuto, junte o vinho tinto. No final do programa, deite o caldo de legumes e os pimentos em cubos e seleccione o programa de cozedura lenta P3 a 95 ºC durante 20 minutos mas agora com a tampa reguladora de vapor colocada.
Quando faltar 2 minutos para terminar o tempo, junte as folhas de acelgas, ripadas ou picadas grosseiramente.
Após a cozedura, junte parmesão a gosto e a manteiga e, com a ajuda da espátula, envolva tudo delicadamente.

Sirva de imediato, guarnecendo com raspas de limão e mais queijo parmesão ralado.



Pavlovas neste "Dia da Mãe"


Uma homenagem da minha parte, bem simples e que saiu de algum improviso de ultima hora.
O que deviam ser umas mini pavlovas recheadas com Polpa de Maracujá, resultaram numa sobreposição de pavlovas, que achei ganhar uma outra dimensão e ficarem com um efeito mais bonito.
Pincelei com a Primavera e aqui fica a minha participação, para mais um evento "Dia Um..Na Cozinha" cujo tema: Pavlovas serve neste dia, para homenagear todas as MÃES.






200 g de claras (mais ou menos de 3 ovos)
400 g de açúcar (coloco sempre o dobro do peso das claras)
1/4 colher de chá de cremor tártaro ou vinagre de maçã
1 c. sopa de maizena
Polpa de Maracujá Koala






Pré-aqueça o forno a 100ºC.
Bata as claras em velocidade média, com uma pitadinha de sal. Quando a espuma começar a ficar mais consistente, adicione a pouco e pouco o açúcar, enquanto vai batendo agora na velocidade media/alta, até ficarem com picos firmes mas pegajosos e brilhantes. 
Junte agora o vinagre e a maizena e bata ligeiramente só para envolver.



Desenhe pequenos círculos, numa folha de papel vegetal, coloque o merengue no saco pasteleiro (usei este que podem ver na foto e que é da tupperware) e espalhe, preenchendo os círculos desenhados.
Leve ao forno, por cerca de 1 hora. Retire do forno, assim que arrefecerem.
Corte um pouco da superfície de cada pavlova (menos na que vai ficar no topo) e preencha com a polpa de maracujá. Cubra com outra e assim sucessivamente e decore depois a seu gosto.


Um Feliz e doce Dia da Mãe para todas as Mães!