Pin It button on image hover

Pizza Caseira na Purifry

Nada como uma pizza caseira e já tenho aqui algumas no blogue. A diferença é que esta, em vez de ir ao forno, coloquei-a na fritadeira Purifry da RussellHobbs e ficou mesmo apetitosa!






400 gr de farinha
25 cl de agua morna
20 g de fermento padeiro, fresco
2 c. de sopa de azeite
1 pitada de sal
*Molho de tomate caseiro q.b.
1cháv. de cogumelos frescos, laminados
Rodelas de linguiça caseira, q.b.
Tiras de bacon q.b.
Queijo mozzarella ralado, a gosto







Valfrutta - Polpa de tomate BIO*Molho de tomate caseiro: leve a refogar uma cebola com 2 dentes de alho (tudo bem picadinho). Junte a lata de polpa de tomate Bio da Valfrutta e tempere de sal e pimenta. Deixe refogar bem, até ficar um molho bem apuradinho, mexendo de vez em quando. A uns minutos do fim, junte um pouco de oregãos secos. Triture um pouco para ficar mais cremoso.

Desfaça o fermento na água morna e junte um pouco de farinha. Deixe levedar 10 minutos.
Peneire a restante farinha. Junte o sal, o azeite e o fermento e bata muito bem, até obter uma massa moldável e que se despegue das mãos. Dê à massa a forma de uma bola e cubra com um pano limpo de cozinha. Deixe a levedar por cerca de duas horas ou até que a massa dobre de volume.
Divida-a depois em pequenas bolinhas (pode congelar parte da massa).
Estenda a massa dando-lhe uma forma redonda e de modo a caber na cuba da purifry. 
Por cima coloque *molho de tomate caseiro, cubra com os ingredientes de que mais gostar (eu usei cogumelos, bacon e linguiça em rodelinhas). Por cima espalhe o queijo mozzarella a gosto.
Seleccione 8 a 10 minutos na temperatura máxima (200ºC.)























Espero que gostem da proposta e, sendo fim de semana, que tal colocarem as mãos na massa e preparem esta deliciosa pizza?
Beijinho!

Arroz Doce de Café com Pinhões

Do melhor arroz doce que comi ultimamente,acreditem!!
Fiz na Cuisine Companion e quis testar o sabor a café que tanto aprecio e assim saiu: cremoso e com um sabor inconfundível.
O que posso mais dizer-vos? Que experimentem, pois não se vão arrepender...




180 g de arroz carolino
1 l de leite
200 ml de água
1 pau de canela
1 pitada de sal
200 g de açúcar
2 c. sopa, de café instantâneo Nestlé
Raspa de meia laranja
1/2 cháv. de pinhões, ligeiramente torrados Frutorra
Chantilly q.b, para decorar

Acessórios:
Cuisine Companion Moulinex







Na taça com o acessório misturador, deite o arroz, a água, o pau de canela e a pitada de sal. Cozinhe na velocidade 3 a 100 º C durante 5 minutos, sem a tampa de regulação de vapor.
Do litro de leite, retire um copo e reserve-o. Deite o restante na taça, mexa com a espátula, tape e cozinhe a 95 º C durante 30 minutos (continuando sem a tampa de regulação de vapor).
Quando terminar a cozedura, retire o acessório misturador, troque pelo acessório batedor e junte o açúcar, a raspa de laranja e o café, previamente desfeito no copo de leite reservado. 
Programar 1 minuto na vel. 4, apenas para envolver.
Retire o pau de canela e deite o arroz doce em taças.
Sirva bem fresco, decorado com os pinhões torrados e chantilly (opcional).



Um beijinho, e mesmo com chuva (que também faz falta), um doce fim de semana!

Sanduíche "Monte Cristo"

Hoje trago-vos uma sugestão diferente e mais divertida para o vosso lanche.  A sanduíche americana: "Monte Cristo", que mais não é do que uma variação da croque-monsieur, de origem francesa.
Espero que gostem da sugestão!  






2 ovos
1 pitada de sal e pimenta
Fatias de pão branco (usei pão de forma sem côdea)
Mostarda e maionese q.b.
1 embalagem de Fatias extra-finas de Peito de Peru Primor gama Balance 
Fatias de queijo tipo flamengo q.b.





Bata os ovos num prato raso e tempere-os de sal e pimenta. Reserve.
Unte as fatias de pão com mostarda e maionese e cubra com as fatias de peito de peru e o queijo.
Tape com a outra fatia também ela untada, e comprima um pouco, com a ajuda de um rolo de cozinha.
Leve uma frigideira ao lume com a manteiga e deixe que esta derreta.
Mergulhe a sanduíche nos ovos batidos e coloque de seguida na frigideira. Deixe fritar 2 a 3 minutos de cada lado, ou até dourarem ao gosto.



Sirva com um pouco de compota de frutos vermelhos (opcional).







Com esta receita, dou inicio à parceria com a Primor, empresa familiar que existe há mais de 50 anos e seguindo sempre a tradição no “saber fazer” da charcutaria.
Ao criar obras de charcutaria-prima, está a cumprir uma série de requisitos e procedimentos certificados por normas nacionais e internacionais que lhe garantem a melhoria dos processos internos, a maior capacitação dos seus colaboradores, a monitorização do ambiente de trabalho, a verificação da satisfação dos clientes, colaboradores e fornecedores, num processo contínuo de melhoria do sistema de gestão da qualidade. Reconhecida também pela sua elevada capacidade de resposta e excelência no serviço ao Cliente, a Primor está presente nos mais diversos sectores da distribuição nacional: retalho distribuição moderna e canais profissionais. E internacional, pois atenta aos novos mercados, esta empresa sediada em Vila Nova de Famalicão, encontra-se também já com fortes índices de internacionalização da sua marca, em países como os PALOP’s (Angola e Moçambique), Brasil, Rússia, Cazaquistão, Espanha, França, Alemanha, Holanda e Inglaterra.

E o slogan da marca é: Inventar, inovar, ser criativo e diferente, porque fazer igual não tem piada nenhuma....


Espero que tenham gostado da sugestão e de conhecer um pouco mais desta grande marca, líder de mercado na área da charcutaria.

Pernil de Porco com Molho Teryaki

Tempo frio pede pratos de forno, verdade? Este é assado lentamente e o resultado é uma carne suculenta e que quase se desfaz na boca...






1 pernil de porco
1 copo de vinho branco
2 a 3 dentes de alho picado grisseiramente
Azeite q.b
Molho Teryaki q.b.
Raminhos de alecrim
Sal e pimenta q.b.





Faça um corte a meio no pernil e alguns golpes na pele do pernil.
Coloque-o num tabuleiro de ir ao forno e tempere-o (de preferência de véspera), de sal, pimenta, com os dentes de alho, o vinho e o alecrim e deixe a marinar por umas boas horas.
Pré-aquecer o forno a 200ºC.
Pincele todo o pernil com o molho teryaki e um bom fio de azeite e leve ao forno a assar lentamente, por cerca de 3 horas (ao fim de 30 minutos a assar, reduzir a temperatura do forno para os 150ºC).
Servir com batatas assadas, temperadas previamente com azeite, sal e alho picado.



Uma Feliz Quarta-feira!

Bananas Assadas no Micro-ondas

Uma sobremesa deliciosa e muito simples de fazer, onde basta ter umas bananas e um micro-ondas à mão...





3 bananas, descascadas
Sumo de uma laranja, grande e sumarenta
Sumo de meio limão
80 g de açúcar amarelo
Chantily q.b.
Rolinhos de Cacau para decorar

Acesssórios:
Micro-ondas Candy




Corte as bananas na longitudinal e depois ao meio. Regue-as com o sumo de limão e o sumo de laranja e polvilhe-as com o açúcar amarelo. Leve ao micro-ondas por 4 a 5 minutos, na temperatura máxima (aqui o tempo mencionado, vai depender de cada micro-ondas pois todos são diferentes, convém ir vigiando).
Sirva ainda mornas decoradas a gosto (eu servi com chantilly e rolinhos de cacau).

Chips de Banana no ChipsMaker da Borner


Resultado de imagem para CHIPS MAKER borner


Ricos em vitamina C, potássio e fibra, estes chips de banana são deliciosos. A partir de agora, esqueçam os de compra que além de caros, nunca serão tão deliciosos quanto estes feitos, de forma caseira. 

Basta terem o ChipsMaker da Borner e um micro-ondas e voilá! 
Sem açúcar, sal, conservantes, óleo, uso de fritadeiras ou desidratador. 




Coloque as bananas, inteiras e com a casca, numa panela e cubra com água. Deixe ferver por cerca de 10 minutos. Retire e deixe-as arrefecer.
Descasque as bananas, corte-as com a mandolina V5 para fatias finas.
Organize-as no chips maker, ultima novidade da Borner de modo a não tocarem umas nas outras e leve ao micro-ondas na temperatura máxima, por 7 a 8 minutos.


Armazene em recipiente hermético e tenha assim sempre à mão e para comer sem culpas, estes deliciosos e saudáveis chips de banana.


Opção de apresentação: experimente polvilhá-las com canela.
Outros usos: usar em iogurtes e nas granolas ou simplesmente para petiscar.