quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Tarte de Curgete e Requeijão com Alho e Ervas



1 embalagem de massa quebrada
1 curgete
1 c. de sopa de hortelã
Sumo de 1 limão
1 c. de sopa de aneto da Espiga
4 ovos
2 iogurtes naturais
1 requeijão com Alho e Ervas Aromaticas da Tété
Sal e pimenta q.b.
3 c. de sopa de queijo parmesão

Pré-aqueça o forno a 180º
Forre uma tarteira, previamente untada e enfarinhada, com a massa quebrada, reserve.
Corte a curgete ao meio e depois em tiras bem finas e regue com o sumo de limão e misture com a hortelã picada e o aneto.
Bata os ovos com os iogurtes e junte o requeijão esfarelado  assim como o parmesão.
Sobre a massa quebrada deite a curgete  e a mistura de ovos e iogurte. 
Leve ao forno por 30/35 minutos.
Acompanhe com uma salada.




terça-feira, 22 de Abril de 2014

Ovos Mexidos Com Alheira e Espargos



6 Ovos
1 Alheira (usei do Topitéu)
50 g de manteiga 
1 alho picado
1 dl de natas
150 g de espargos, sem o caule mais duro
Sal
Piimenta preta moída Margão
Salsa picada

Tira-se a pele à alheira e corta-se depois em pedaços.
Escaldar os espargos por cerca de 5 minutos, em água a ferver.
Numa frigideira, coloca-se a manteiga a derreter e junta-se depois o alho picado. Assim que começar a dourar, juntar os pedaços de alheira e saltear, adicionam-se os espargos cozidos cortados em bocados.
Bata os ovos com as natas, o sal e a pimenta.
Deite na frigideira e envolva bem com os espargos e a alheira, mas sem deixar que seque demasiado (eu gosto deles mal passados).
Servir polvilhado com salsa picada.



Acreditem que fez uma entrada super deliciosa!

segunda-feira, 21 de Abril de 2014

My Coq Au Vin

Bom dia!
Espero que tenham tido uma Páscoa muito feliz junto da vossa familia e com muitas iguarias.
Almoço de Páscoa tem na certa o Cordeiro assado no forno e por aqui não foi excepção mas, não sendo eu e os miudos grandes apreciadores desta carne, optei por esta outra sugestão, o meu Coq Au Vin que estava uma delicia.
Fica a receita, bem simples e que podem fazer em qualquer dia da semana!



1 frango do campo, cortado em pedaços
Azeite q.b.
1 c. de sopa de manteiga
120 grs de bacon
2 colheres de sopa de farinha
1 cebola
3 dentes de alho
1 cenoura em pedaços
250 g de cogumelos
2 dl de aguardente
1 garrafa de vinho tinto (usei da Herdade da Calada)
1 molho de salsa
Sal 
Pimenta rosa Aromas e Especiarias


Leve os pedaços de bacon ao lume a fritar com a manteiga. Junte a cebola até  ficar douradinha.
À parte, numa outra frigideira, aloura-se o frango de ambos os lados, num pouco de azeite.
Junta-se depois num tacho largo, o conteúdo das duas frigideiras e rega-se com a aguardente.
Puxa-se fogo e, agitando sempre a frigideira, deixe que queime todo o álcool.
Polvilha-se com a farinha, juntam-se os alhos e a salsa picadas, a cenoura e o vinho tinto.
Deixa-se cozer sobre lume brando e de tacho tapado.
Quando o frango estiver tenro, juntam-se então os cogumelos.
Rectifica-se de sal e pimenta rosa e deixa-se cozinhar mais um pouco.
Sirva com mais salsa picada e acompanhe com batatas cozidas.

Beijinho e boa semana!

quinta-feira, 17 de Abril de 2014

Bolo Conforto do Convento de Santa Clara

Esta receita do Convento de Santa Clara, era feita pela minha mãe por ocasiões especiais como aniversários, festas e por altura da Páscoa.
A receita estava também neste livro que guardo com muito carinho e que é das maiores doceiras do Alentejo, as manas Cardoso, de quem fui vizinha na minha adolescência.
Nem imaginam a sorte que tive e o privilegio de com elas conviver, deliciando-me com os seus doces tantas e  tantas vezes o que me faz ainda hoje recordar com saudade, o cheirinho que vinha da cozinha delas hummmmm.....


Espero que gostem pois é um bolo que, embora calórico, é delicioso. Além disso, e como costumo dizer, um dia não são dias, verdade?




500 g de açúcar
250 g de amêndoa ralada
300 g de doce de gila
300 g de farinha
10 ovos e 6 gemas

Pré aqueça o forno a 180º.
Bater bem as gemas com o açúcar até conseguir um creme fofo e esbranquiçado.
Junte depois a amêndoa, a farinha e o doce de gila ao preparado, envolvendo bem.
Finalmente junte as claras batidas em castelo firme envolvendo-as com muito cuidado.
Unte uma forma de bolo, com ou sem buraco e enfarinhe.
Deite o creme e leve o bolo ao forno  a cozer.
Para saber quando esta pronto, faça o teste do palito.



Beijinho e uma Pascoa Feliz para todas/os!

quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Folar Doce do Alentejo

Páscoa que é Páscoa tem de ter a familia e na mesa o Folar. Eles podem ser salgados ou doces e confesso que a minha preferência vai para os adocicados.
Aqui está o meu deste ano, receita alentejana. Ficou lindo, verdade?


Contei com dois bons ingredientes que foram o Fermipan para mim a melhor marca de fermento seco:


e a presença dos melhor dos requeijões, o dos queijos  Tété ...


Vamos então a receita?






400g de farinha (mas pode ser que leve um pouco mais)
1 saqueta de fermento seco Fermipan
120g de açúcar
2 ovos  (e + 1 gema para pincelar)
150 g de requeijão Tété
100 g de manteiga ou banha
Sumo de uma laranja
120 ml de leite morno
1 colher de café de canela em pó
1 colher de café de erva doce (opcional)








Na Bimby:
Colocar no copo os ovos, o açúcar, a manteiga e o sumo. Programar 5m., 37º, vel. 3.
Adicionar o requeijão, o fermento e o leite e programar 1 min., vel. 3.
Juntar a farinha e programar 40 seg., vel. 3 e de seguida 2 min., vel. Espiga.

Tradicional:
Num alguidar, deite a saqueta de fermipan e junte o leite morno.misture-lhe depois o açúcar, um ovo, o requeijão desfeito, a canela e a erva doce. Acrescente as gorduras e misture, envolvendo bem na massa.
Aos poucos vá agora juntando a farinha, até a massa ficar consistente e moldável.


Cubra o alguidar com um pano e deixe levedar em local quente durante 1 hora e meia.
Depois da massa bem levedada, polvilhe a bancada com bastante farinha, deite a massa sobre a bancada, polvilhe com farinha e amasse muito bem até que deixe de colar nas mãos. Se necessário, acrescente mais farinha.
Forme uma bola com a massa e retire 1/3. Com a parte maior, forme uma bola achatada.
Coloque num tabuleiro untado com manteiga ou num tapete de silicone e achate ligeiramente a massa. Com a massa restante forme duas tiras e cubra por cima em forma de cruz.
Pincele com a gema batida num pouco de leite e leve ao forno pré-aquecido nos 180º entre 40 a 50 minutos. Ao fim dos primeiros 15 minutos coloque sobre o folar, uma folha de aluminio e só retire 10 minutos antes de apagar para que assim o folar não se queime por cima.




Aproveito para vos deixar aqui o convite a que participem neste passatempo que a Fermipan esta a promover. 
 Ganhe uma Bimby com Ferimpan

Saibam tudo consultando este link.  BOA SORTE!

Beijinhos e boa Pascoa!

terça-feira, 15 de Abril de 2014

Amêijoas ao Vapor Com Alho e Gengibre

Bom dia. 
Hoje trago-vos esta entrada deliciosa e que é super fácil de fazer! Depois de cozinhar por cerca de cinco minutos o prato está pronto. No fim, gosto de polvilhar com  bastante salsa fresca picada e sumo de limão.

E assim, com meia dúzia de ingredientes simples, podemos transformar um prato, em algo maravilhoso...


2 colheres de sopa de manteiga
1 ½ colher de sopa de gengibre picado
4 dentes de alho fresco picado
1 c. de sopa de molho de soja
1 ½ chávenas de caldo de galinha
1 kg. de ameijoas vietnamitas, lavadas e esfregadas, da Lusomar
3 colheres de sopa de salsa fresca picada
1 limão pequeno, cortado em fatias


Derreta a manteiga em uma panela média em fogo médio. Adicione o gengibre e o alho e cozinhe por 2 minutos e sem deixar que queimem. 




Junte o molho soja e de seguida o caldo de galinha.
Quando o caldo começar a ferver, adicione as amêijoas. Tape a panela e cozinhe por 5-7 minutos, mexendo ocasionalmente, até que abram. 
Adicione a salsa, envolva e retire do lume. 

Sirva polvilhando com mais salsa e regando com sumo de limão.


segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Rolo de Carne em Massa Folhada Com Arroz Basmati

Umas das receitas mais vistas e comentadas aqui do meu blog e que torno a publicar pois é sempre um sucesso aqui em casa, seja apenas para servir a família, ou para quando recebemos visitas.




Carne moída q.b.
*As especiarias utilizadas no Tandoori
 inclui garam masala, alho, gengibre,
cebola, pimenta caena e outras especiarias.
Sal e pimenta a gosto
2 dentes de alho bem picadinhos
1 c. de sobremesa de Tandoori do Aromas e Especiarias*
Vinho Branco q.b.
1 colher de sopa de flocos de aveia
Pão ralado q.b.
Sementes de Papoila

Cobertura:
Ketchup (o suficiente para cobrir o rolo)
1 colher de sopa de açúcar mascavado
1 colher de sopa de mostarda
2 embalagens de massa folhada
1 ovo batido
Sementes de sesamo e de papoila
Folhas de salsa para enfeitar

Acompanhamento:



Salada e Arroz Basmati com Caril,
da Easyrice/Novarroz






Pré-aqueçer o forno a 200º.
Misture todos os ingredientes e deixe a marinar, regando com um pouco de vinho branco.
Forme um rolo com a carne reservada. Misture bem o ketchup com o açúcar mascavado e a mostarda e com esse creme, pincele todo a carne. Cubra depois o rolo com a massa folhada e pincele com um ovo batido e as sementes de papoila e de sésamo. 
Enfeite com folhas de salsa.



 Levar ao forno, por 1 hora ou até acharem que está ao vosso gosto.


Acompanhei com uma salada e, a propósito do lançamento que a Oriente/Novarroz lançou, experimentei umas das suas novas variedades de arroz. Óptimo para quando queremos algo rápido mas ao mesmo tempo delicioso, o Arroz Basmati com Caril  que fica pronto em 4 minutos, e fez o acompanhamento perfeito para este rolo.



Beijinho e votos de uma boa semana!

sexta-feira, 11 de Abril de 2014

Creme de Beterraba e Leite de Côco com Queijo de Cabra

Quem passa pelo "Chilli com Todos"  não lhe fica indiferente aliás, dá vontade de ficar por lá.
O blog do Filipe fala de comida, tem receitas deliciosas e além disso fotografias fantasticas, capazes de nos deixar de água na boca.
Foi o caso deste creme de beterraba. Quando os meus olhos "cairam" naquela foto, fui de imediato para a cozinha e nem a falta do robalo (desculpa Filipe), me impediu de a fazer. Para o substituir, achei que ia cair bem também, um belo queijinho de cabra e assim fiz. 
As fotos, nem ao pé das do Filipe mas de sabor, e tendo eu todos os restantes ingredientes, imagino igual mas prometo assim que houver oportunidade a farei de novo e desta vez com o Robalo marinado em sumo de lima como a receita original e que vos convido a ir ver. 







1 fio de azeite 
1 cebola, picada
2 dentes de alho, picados
20 a 30 folhas de caril desidratadas
2 beterrabas, cortadas aos cubos
1 chilli vermelho, sem sementes, picado
1 pau de canela
2 vagens de cardamomo, apenas as sementes, esmagadas
1 colher de sopa de caril
400ml de leite de côco
200ml de água
Sal integral



3 filetes de robalo grandes, sem espinhas nem pele (não coloquei)
2 limas, raspa e sumo (usei só a raspa de uma para a decoração)
1 queijo de cabra (usei da Tété e que é uma delicia)


Temperar os filetes de robalo com um fio de azeite, raspa e sumo de uma lima. Reserve no frio. (saltei este passo por não ter o peixe)
Aquecer um fio de azeite num tacho grande. Refogar a cebola até ficar translúcida, juntamente com o alho e as folhas de caril. 3. Adicionar beterraba, chilli, canela, cardamomo e caril. Envolva tudo e deixe cozinhar 2 ou 3 minutos. 4. Acrescente leite de côco, água e uma pitada de sal. Cozinhe lentamente até a beterraba ficar tenra (20 minutos). Reduzir a puré. Se achar necessário adicione mais água para obter a cremosidade desejada. Confira o sal. Grelhar o peixe num grelhador bem quente, temperado com uma pitada de sal e regado com um pouco do líquido da marinada. 
Sirva o creme de beterraba com o peixe desfiado grosseiramente e finalize com raspa e sumo de lima.
Eu optei por decorar com folhas de hortelã e fatias de queijo de cabra e na hora de servir esfarelei um pouco mais.


Estava de facto uma delicia por isso, aqui fica o meu agradecimento ao Filipe por mais esta excelente partilha.

Texto e receita do Chilli com Todos





quinta-feira, 10 de Abril de 2014

Fritos de Espinafre


Embora sendo um frito, o que não convém nada, adorei e depois, dias não são dias.
Quem se quer servir de um?




250 g de espinafre fresco, lavado
200 g de farinha 
1 cebola, em fatias bem fininhas
100 ml de água
1 colher de chá, de açafrão da Margão
2 colheres de chá, de sementes de cominho da Margão
1 colher de chá, de pimenta da Margão
2 dentes de alho, finamente picados
1 colher de chá, de sal
Óleo q.b. para fritar

Misture a farinha com metade da água numa tigela grande. A mistura deve ficar com uma consistência relativamente espessa mas se estiver demasiado, junte mais água aos poucos.
Aos poucos, junte na massa as especiarias, o alho, a cebola e tempere de sal.
Mexa novamente e adicione depois os espinafres, mergulhando as folhas de modo uniforme na massa. 
Aqueça um pouco de azeite ou óleo. Frite pequenas colheradas de massa até dourar de cada lado.
Acompanhe com molho de iogurte. 


Fonte da receita aqui

segunda-feira, 7 de Abril de 2014

Crinkles de Amêndoa e Limão

Finalmente filhos de férias e com tantos gulosos em casa, não há desculpa ou melhor, todas as desculpas, são boas para fazer bolachas, verdade?
Ainda mais tentada a fazer quando a querida Manuela do blog Cravo e Canela - Uma Cozinha no Brasil, deu início à segunda temporada do Vamos Fazer Bolachas. Ora aqui estou então a participar e quem quiser, pode juntar-se também ao grupo que se criou aqui no facebook
O tema deste mês são as Crinkles e para variar das de chocolate, as mais conhecidas, optei por estas de limão e amêndoa e que, graças ao queijinho fresco, ganham uma textura ainda mais deliciosa, enquanto por fora são super crocantes. Experimentem!




200 g de farinha 
1 colher de sobremesa, de fermento Royal
100 g de açúcar
1 ovo
60 g de manteiga amolecida
1 queijinho fresco Tété
Raspa e sumo de 1 limão
50 g de miolo de amêndoa
Açúcar em pó para polvilhar

Na bimby:
No copo coloque a borboleta e deite a manteiga amolecida, o ovo e o açúcar. Programar 3 min./37 º/Vel. 3 e 1/2. Adicionar o queijinho fresco, a raspa e o sumo de limão e programar mais 3min./Vel.3 e 1/2, sem temperatura.
Finalmente adicionar a farinha e a amêndoa e ligar seleccionando a Vel. 4, até que tudo fique bem envolvido.

Modo Tradicional:
Bater bem a manteiga com o açúcar. Juntar depois o ovo, o sumo e a raspa de limão e o quijinho fresco.
Juntar a farinha peneirada com a amêndoa e o fermento e envolver bem, de modo a conseguir uma mistura moldável e homogénea.

Envolver a massa com pelicula aderente e reservar no figorifico por pelo menos 30 minutos.

Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Formar pequenas bolinhas de massa. Passe as bolachas por açúcar normal e depois por açúcar em pó e leve ao forno por cerca de 10 minutos, colocando-as no tabuleiro com algum espaço entre elas pois sempre se estendem um pouco.






Retirar, e deixar arrefecer ligeiramente, antes de as transferir para uma grelha para que aí arrefeçam então por completo.







Beijinhos e uma boa semana para todas/os!

quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Sopa de Quinoa e Agriões


Esta sopinha deliciosa e reconfortante, vem directamente do maravilhoso Sabores de Canela.
Espero que gostem e já agora, deixo-vos o convite para visitarem o blog da Helena, e com pagina no facebook aqui, vai valer a pena "viajarem" por lá. Alem das receitas deliciosas e inspiradoras tem fotos magnificas...




1 molho de agriões
1 cebola
2 dentes de alho
2 c. sopa de azeite
4 cm de linguiça
3 c. sopa de polpa de tomate
1 tomate maduro
1/2 chávena de quinoa em grão
400 g de grão cozido (usei metade)
800 ml de agua
2 folhas de louro
1 c. café, de tomilho seco
Sal e pimenta



No copo da bimby, coloque o azeite, o alho, a cebola, a linguiça e triture grosseiramente na velocidade 5 por alguns segundos.
Programar  Varoma/3 min./vel.1.
Adicione a polpa ou a pasta de tomate e o tomate em pedaços e seleccione 5 min/100º/Vel.1.
Triture depois a sopa na velocidade 7 por 5 segundos. (eu saltei esta parte pois adoro encontrar os pedaços de tomate).
Junte a quinoa, a água e os temperos e marque 25 min./Varoma/Vel.colher inversa.
A 5 minutos do final, introduza o grão cozido e as folhas de agrião.
Desligue, retire as folhas de louro, rectifique os temperos e sirva.


Beijinho Helena e obrigada por mais uma deliciosa inspiração...

quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Granola Mix d´Amor

Para me redimir um pouco das duas ultimas receitas, aqui fica hoje algo bem mais saudável e que nunca tinha feito.
A Granola, mais não é do que uma mistura de cereais (fibra de trigo, aveia, linhaça, flocos de arroz etc.) com frutos secos (nozes, avelãs, amêndoas etc.). Normalmente adoçada com xarope de agave, mel ou açúcar mascavado.
Misturada no leite ou nos iogurtes, faz um lanche ou pequeno almoço, saudável e delicioso. 

Experimentem fazer pois é bem fácil e vão ver o que perderam por não ter feito antes...



Super Alimentos ISWARI
Passem pelo site


1 colher de sopa de manteiga
4 c. sopa de mel
100 g de flocos de aveia
50 g de nozes picadas grosseiramente
50 g de avelãs inteiras
¼ colher de chá de canela em pó
2 c. sopa bem cheias de 
Mix d´Amor da ISWARI
(Contem amêndoas, bagas de Goji e Amoras Brancas)







Derreta a manteiga e o mel juntos numa panela. 
De seguida, adicione os flocos de aveia, as nozes, as avelãs e a canela.
Misture até ficarem bem envolvidos e, em seguida, espalhar sobre uma folha de papel vegetal colocada num tabuleiro de ir ao forno.
Asse por cerca de 20/25 minutos a 190°ou até que a granola vos pareça dourada e crocante (mexer delicadamente a cada dez minutos de forma a garantir que cozinhem uniformemente). 


Deixe arrefecer completamente, e misture as 2 colheres de Mix d´Amor da ISWARI
Armazenar em temperatura ambiente, num recipiente hermético.
Servir com leite ou polvilhado sobre o iogurte.  








Beijinhos e uma feliz Quarta-feira!


terça-feira, 1 de Abril de 2014

Sopa Dourada

Um doce regional, era o que pediam para a 11ª edição do Dia Um...Na Cozinha! 
Eu escolhi um doce conventual, típico do Convento de Santa Clara e que se come um pouco por todo o pais.
A sopa dourada é, por exemplo, um dos doces mais populares na mesa de Natal em Portugal, sendo mesmo indispensável, na região norte. Já a receita, varia consoante a localidade onde é confeccionada – há regiões onde é feita com fatias de pão duro e outras, onde utilizam o também ele famoso, pão de ló e que servem de base, à confecção deste doce.

" Convento de Santa Clara, Que vulto fazes no ar. Que aos marinheiros no Mar, Deitas "pelo sinal"!
E o Sol desmaia na cal, da capela a branquejar, da Senhora do socorro, onde um dia sonhei me ir casar"

José Régio 

Apesar da quantidade de gemas e de amêndoas que leva é também ao mesmo tempo, uma excelente forma de fazer aproveitamento de sobras de pão que possam ter em casa.

Aqui fica a minha receita da Sopa Dourada do Convento de Santa Clara 





1 fatia de pão duro (usei Alentejano) cortados aos cubinhos
1 c. sopa de manteiga
150 g de amêndoa ralada
1 colher de sopa de doce de Gila
250 g de açúcar
250 g de agua
8 gemas de ovos





Coloque no copo da Bimby, a manteiga e os cubos de pão e salteie programando 15 min./Varoma/ Rotação inversa/Vel. Colher. Reire e reserve.
Coloque depois no copo limpo o açúcar e  a agua  e programar 18 min/Varoma/Vel.3.
Junte o pão frio, o doce de gila e a amêndoa ralada e programe 10 seg./ Velocidade Colher Inversa. 
Deixe arrefecer ate aos 60 º e depois, sem o copo medida, junte as gemas em fio pelo bucal, programando 5min/100º/Velocidade Colher Inversa. 
Retire e deite numa travessa de barro ou outra e sirva, ou polvilhado de canela ou com lascas de amêndoa, para dar mais crocância ao doce.



 Beijinhos e boa semana!

sábado, 29 de Março de 2014

PASSATEMPO TEKABlog – O melhor blog do país!

Tens um blog de culinária? És apaixonada/o por cozinha e partilhas os teus pratos, com dezenas de seguidores? Então concorre! Quem sabe o teu não será o melhor blog de culinária em Portugal!


A TEKA
Portugal esta a lançar a todos os Blogs portugueses, este belo desafio.
O concurso terá três fases de apuramento e um desafio final, onde estarão os três melhores bloggers. 
O vencedor ganhará um vale de 500€ em produtos TEKA!

Do que estão a espera?
Para concorrer, só terás de enviar uma mensagem com os 
teus dados, o link do teu blog, uma receita com fotografia e partilhar o passatempo no blog.
Sigam este link para participarem Teka Portugal
E consultem o regulamento aqui:  TekaBlog

sexta-feira, 28 de Março de 2014

Tacinhas deTiramisu Rápidas


Querem uma sobremesa super rápida e que vai resultar muito bem? Pois aqui fica este Tiramisu, porque não podia ir embora de fim de semana, sem vos deixar algo bem docinho. Espero que gostem da sugestão...















<













6 gemas
180 g de açúcar
1 colher de chá de essência de baunilha
300 g queijo mascarpone
1 pacote de natas 
1 embalagem de palitos de champanhe
120 ml de café expresso, frio
40 ml de licor de café
1 colher de sopa de cacau em pó amargo


Ferva uma chávena de café e deixe que arrefeça. Adicione depois o licor e reserve.
Bata as gemas com o açúcar, em banho maria por cerca de 10 minutos e mexendo constantemente. Assim que o açúcar estiver bem dissolvido, e a mistura espessa misture a baunilha e o mascarpone e mexa de novo.
Por fim misture as natas previamente batidas.
Mergulhe os palitos no café já frio e forrar ou o fundo de uma travessa ou de pequenas taças, onde vai servir o doce. Coloque o creme por cima de seguida, novamente palitos, creme e assim sucessivamene. Termine com o creme. Levar ao figorifico por pelo menos 2 horas.
Antes de servir, polvilhe com o cacau em pó. Depois e só deliciarem-se...





Beijinhos!


Bochechas de Tamboril em molho de Caril e Açafrão






























As bochechas de tamboril são de facto deliciosas e neste prato, souberam maravilhosamente bem. Aconselho-vos  a experimentar. Nas lojas da Lusomar pode encontrá-las, passem por lá ou pela sua pagina de facebook aqui!

Azeite q.b.
1 cebola
3 dentes de alho
1 colher de chá de açafrão da Índia
1 colher de chá de caril
1 colher de chá de paprika
Sal a gosto
3 colheres de sopa de vinho branco
1 embalagem de Bochechas de tamboril da Lusomar
1 lata pequena de leite de coco
1 ramo de tomilho

Num tacho largo, faça um refogado com a cebola e os dentes de alho, picados.

Assim que alourarem junte o vinho branco para refrescar. Quando ferver junte todos os temperos.
Deixe apurar, rectifique o sal e junte depois as bochechas de tamboril.
Assim que o peixe estiver tenro, junte o leite de coco até engrossar um pouco o caldo.
Sirva com arroz branco e enfeite com tomilho.


Beijinho a todas/os e BOM FIM DE SEMANA!