Pin It button on image hover

Salada de Couscous com Pétalas de Flores, Mirtilos e Manga

Adoro couscous e é para mim, um acompanhamento perfeito. Outra das coisas que aprecio imenso é a mistura do salgado com o doce e vai daí, saiu esta salada floral e frutada, para acompanhar umas tirinhas de frango...





Bifes de frango q.b.
Sal e pimenta q.b.
1 cháv. de couscous (usei couscous com mistura de pétalas de flores, secas)
1 cháv. de água a ferver
1 manga 
2 c. sopa de mirtilos

Molho para a salada:
Sumo de 1 limão
1 c. de chá de mel
1 c. sopa de mostarda
3 c. de sopa de azeite

Envolva bem todos os ingredientes. Reserve.






Comece por preparar o couscous, seguindo as instruções da embalagem (uma medida de couscous para uma medida de água a ferver e deixar repousar por cerca de 5 minutos). Reserve, depois de a soltar com a ajuda de um garfo.
Grelhe os bifes de frango, numa frigideira com um pouco de manteiga, rodelas e sumo de um limão, por 4 a 5 minutos de cada lado. Corte em tiras e reserve.
Corte a manga em cubinhos, envolva nos couscous assim como os mirtilos.
Sirva esta salada, regada com o molho e acompanhe com as tiras de frango.




Serve esta deliciosa salada, para mais um evento "Dia Um.... na Cozinha", cujo tema era precisamente o couscous. Espero que gostem da sugestão!

Beijinho e bom fim de semana!

Gelado de Nozes e Mascarpone e Tarte de Gelado

Aqui pelo grande Porto, onde vivo, tem feito um calor enorme, e com ele, a vontade de fazer e comer gelados. Este ficou super cremoso e após ser feito, foi utilizado de duas maneiras comido de imediato e ainda serviu para uma deliciosa Tarte de Gelado.
Espero que gostem destas sugestões fresquinhas:









200 ml de leite
2 pacotes de nata 0% Lactose, da Parmalat
2 c. sopa de leite em pó
300 g mascarpone Galbani
150 g de açúcar
Nozes q.b. (usei pecan)
3 Barrinhas de Chocolate tipo "Snickers"
Chocolate de Culinária Pantagruel, para raspar

Acessórios:
Descascador Borner








Leve ao lume o leite, as natas, o mascarpone, o leite em pó e o açúcar. Assim que começar a querer ferver, retire do lume.
Deixe que arrefeça por completo e coe. Coloque na máquina de gelados e, assim que começar a ficar pastoso e denso junte as barrinhas de chocolate e caramelo e as nozes, tudo em pedaços, de modo a ficarem envolvidas no creme. Desligue e consuma de imediato ou leve ao congelador num recipiente apropriado, por 3 a 4 horas.

Conjunto da Colecção Color Lab da Revol

Pode ainda e como sugestão, utilizar este gelado para fazer esta deliciosa Tarte de Gelado...



Nesse caso, faça assim:
Triture cerca de 20 bolachas (eu usei de aveia) e junte depois 1/3 de manteiga derretida. Forre uma tarteira (usei uma de 18 cm) com as bolachas. Leve ao forno a 170º C,  por cerca de 5 a 6 minutos.
Retire e deixe arrefecer.
Deite o gelado feito anteriormente, na tarteira, espalhe e alise e polvilhe com mais nozes.

Com a ajuda do descascador da Borner , coloquei ainda sobre a tarte, raspas de chocolate.


 Guarde no congelador até ao momento de servir e...deliciem-se!!

Ameijoas à Bulhão Pato

Um dos petiscos preferidos, da malta cá de casa...




1 kg de amêijoas (usei vietnamita, congelada)
3 dentes de alho, esmagados
1 copo de vinho branco de boa qualidade
1 limão (sumo)
1 molho de coentros

Wok Bioflon- Aluminios Vieira e
 base em silicone da Kochblume




Lavar as amêijoas para retirar todo e qualquer resíduo de areia. Deixar de molho por duas horas,com um pouco de sal e uma colher de sopa de farinha (opcional).
Num wok ou frigideira alta, fritar em azeite o alho esmagado, até este dourar.
Junte as amêijoas e tape. Assim que começarem a abrir, refresque com o vinho branco.
Servir de imediato, regado com o sumo do limão e polvilhado com coentros picados..

Festa Continente Porto

É já este Sábado, a grande Festa Continente no Parque da Cidade do Porto e com entrada livre.
Vão decorrer inúmeras actividades para toda a família, como é o caso de workshops das mais diversas temáticas (exemplo: padaria, queijos, ovos moles, olaria, cestaria, bonecos de trapos). showcookings dos Chefs Kiko Martins, Hélio Loureiro, entre outros.
Concertos de Tony Carreira, Quinta do Bill, Expensive Soul, Popota
Temos por isso a certeza de termos um dia animado, em família e com propostas para todos os gostos.
Deixo-vos com alguma informação das actividades que vão decorrer e espero que não faltem este Sábado, a esta grande festa:


Atividades


10:00 - 11:30 CPC QUEIJOS
11:30 - 12:30 CONTINENTE MAGAZINE
12:30 - 14:00 CHEF KIKO MARTINS
14:00 - 15:00 CPC OVOS MOLES
15:30 - 17:00 CHEF HÉLIO LOUREIRO
17:00 - 18:30 CHEF MARLENE
18:30 - 19:30 ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL


10:30 - 10:50 Workshop Corridinho
11:00 - 11:20 Concerto Adufes
12:30 - 13:30 Concerto Expensive Soul
13:45 - 14:05 Workshop Vira
15:30 - 15:50 Workshop Fandango
15:30 - 16:30 Concerto Quinta do Bill
18:15 - 19:15 Concerto Oquestrada



ALDEIA DAS TRADIÇÕES
10:00 - 19:00
Padaria | Olaria | Queijos | Boneca de Trapos | Ovos Moles

TENDA CIRCO
10:30 - 16:30
Magia | OFICINA DE CIRCO (malabarismo, equilíbrios e aéreos)

ZONA KIDS
15:00 - 19:00
Mundo Científico - Plantas Tintureiras | O meu boticário
Os animais da quinta



19:30 TONY CARREIRA


Venham daí, não faltem. Façam como eu e venham divertir-se!

Kaffa, Marca Lider

AQUI vos tinha falado da parceria que o meu blogue tem agora com a Kaffa e hoje venho com algumas novidades sobre esta marca líder e de prestigio no mercado.



KAFFA RENOVA TODAS AS SUAS CERTIFICAÇÕES COM PONTUAÇÃO MÁXIMA
Empresa continua a ser o único player em Portugal com 5 certificações de qualidade e segurança alimentar

A KAFFA, marca portuguesa de café encapsulado, acaba de renovar todas as suas certificações de qualidade e segurança alimentar com a pontuação máxima. A empresa mantem assim a sua liderança no sector ao ser o único player em Portugal com 5 certificações de qualidade e segurança alimentar.

Às Certificações de Empresa (ISSO 9001 – atribuída pela primeira vez em 2014, BRC- British Retail Consortium – conquistada em 2015 e IFS Food - Internacional Food Standard, agora renovada pelo 3º ano consecutivo) juntam-se as certificações de produto que comprovam a prática de normas que garantem a produção agrícola e o fornecimento responsáveis de café, cacau e chá (UTZ) e produção de café biológico, certificação internacional atribuída pela Sativa.

“É com grande orgulho que assistimos à renovação de todas as nossas certificações com a pontuação máxima” afirma Gabriela Madeira, Chief Operating Officer da Galvão & Noronha acrescentando “a classificação AA obtida na BRC e a pontuação de 98,81%, correspondente ao high level da IFS, demonstram bem o empenho e trabalho que temos vindo a desenvolver para levar aos nossos clientes produtos com a maior qualidade e segurança.  No início de 2016 inaugurámos um novo laboratório de análise e controlo de qualidade e duplicámos os recursos humanos nesta área e estamos convictos de estar no caminho certo para afirmar a nossa competência, profissionalismo e qualidade.”  

“As certificações que a KAFFA tem vindo a obter são o resultado de um excelente trabalho de equipa que desenvolvemos diariamente na empresa” afirma a Óscar Galvão, Presidente da Galvão & Noronha, acrescentando “a inovação e a modernização são factores-chave no sucesso da Kaffa, razão pela qual investimos anualmente cerca de 500 mil euros em I&D e detemos uma equipa que desenvolve diariamente no laboratório análises de controlo de qualidade e inúmeros ensaios para o desenvolvimento de novos produtos”.

Madalena Moniz Pereira, Directora Comercial e de Marketing da Kaffa destaca ainda “estas certificações são muito importantes para a projecção da empresa e da marca Kaffa além fronteiras.  A garantia de qualidade exigida pelos mercados internacionais é inequívoca nos produtos produzidos pela Kaffa.”
Recentemente, e durante a feira internacional da Private Label Manufacturers Association (PLMA), realizado em Maio em Amesterdão, os produtos KAFFA foram mais uma vez distinguidos: as cápsulas compatíveis com o sistema Dolce Gusto estiveram em destaque na galeria de produtos inovadores ao figurarem no PLMA Idea Supermarket – iniciativa que distingue os melhores e mais inovadores exemplos de produtos desenvolvidos em todo o mundo.

A KAFFA Cafés
A KAFA Cafés, líder na produção de cápsulas de café compatíveis, é um dos mais importantes players do mercado europeu e nacional. Totalmente dedicada à produção de cápsulas de café, detém uma unidade fabril em Portugal (Trajouce), com uma área bruta de de 7.200 m2 e 7 linhas de encapsulamento, com uma capacidade de produção de mais de 400 milhões de cápsulas.
Na unidade fabril de Trajouce, a marca produz, a partir das melhores combinações de diferentes origens de café provenientes de todo o mundo, 7 tipos de produtos:
  • 6 tipos de cápsulas compatíveis com diferentes sistemas de funcionamento de máquinas de café: compatíveis com máquinas Nespresso, com máquinas Delta Q, com máquinas Dolce Gusto, com máquinas Lavazza Point, com máquinas Expresso Cap e com máquinas Martello;
  • Cápsulas para o sistema fechado KAFFA (com funcionamento exclusivo para a marca), cuja distribuição e comercialização é assegurada através de uma rede de revendedores, clientes diretos e Loja On-line.
Com clientes em 8 países, a KAFFA Cafés reforçou em 2014 a sua presença internacional com a abertura de uma unidade fabril no Brasil (Ribeirão Preto).

Sobre a KAFFA
Criada em 1960, a KAFFA é um dos mais importantes players no mercado de fabrico de cápsulas de café, na Europa e em Portugal. De origem portuguesa, a KAFFA detém duas unidades fabris: uma em Portugal (Trajouce), onde produz, de forma completamente automatizada, cápsulas de café compatíveis com máquinas de diversas marcas e cápsulas exclusivas para a sua marca Kaffa (máquinas e cafés Kaffa). A segunda unidade fabril KAFFA foi inaugurada em 2014 no Brasil (Ribeirão Preto).
Em 2015 a facturação da empresa ascendeu a 15 milhões de euros com vendas de 120 milhões de cápsulas. Com clientes em mais de 8 países, a KAFFA conta com 75 colaboradores (60 em Portugal e 15 no Brasil).
A KAFFA é o único player nacional com 5 distinções de qualidade e segurança alimentar.







Pizza!!

De vez em quando, há um dia cá em casa dedicado à pizza e normalmente ao fim de semana. Ahh mas não pensem que é uma pizza qualquer, não vale fazer batota e encomendar pizzas ou comprar das congeladas. Acreditem que não há nada que se compare, a uma pizza caseira feita de raiz e com os ingredientes de que mais gostamos.
Na partilha de hoje, deixo-vos duas sugestões: Pizza de Salame e Pizza de Pesto e Abacaxi








Para o molho de tomate:
2 latas de tomate em pedaços Valfrutta
1 c. sopa de folhas de manjericão
5 dentes de alho, picados grosseiramente
2 c. de chá de creme de vinagre balsâmico Ponti
Sal e pimenta q.b.
Azeite
Para a massa de pizza (dá para 2 pizzas grandes):
4 cháv. de farinha, sem fermento
1 pitada de sal
1/3 de cháv. de azeite
1 pacote de fermento seco (12 g)
1 1/2 cháv. de água morna
Cobertura:
1 Mozzarella  Galbani, em cubos
Mozzarella ralado q.b.
Pesto de manjericão Ponti
Rodelas de Salame q.b.
Rodelas de Abacaxi
Cogumelos laminados q.b.
Tomates cereja q.b.
1 c. sopa, de oregãos secos
(ou usem outros, dos vossos ingredientes preferidos)







Molho de Tomate:
Leve ao lume, uma frigideira com um fio generoso de azeite. Adicione o alho, mexer e assim que este começar a ganhar cor, adicione o manjericão e o tomate. Tempere de sal e pimenta e com o creme de vinagre balsâmico. Assim que começar a ferver, retire do lume e triture ligeiramente. Leve de novo ao lume, rectifique os temperos e deixe ferver em lume baixo, por mais 5 minutos. Retire e reserve para que arrefeça.
Massa:
Na taça da batedeira, coloque a farinha e o sal e, enquanto vai batendo, junte o azeite em fio. Finalmente junte a agua, onde previamente dissolveu o fermento seco. Amasse por cerca de 2 minutos. Após esse tempo, retire a taça e tape-a com um pano de cozinha. Deixe levedar por cerca de uma hora.

Para a pizza de salame:
Estenda a massa com a ajuda de um rolo, de modo a ficar bem lisa. Deite colheradas de molho de tomate e espalhe com as costas de uma colher, por toda a superfície.Coloque os cogumelos laminados, o queijo mozzarella ralado e por cima as rodelas de salame e oregãos secos. Reserve.



Para a pizza de pesto e abacaxi:
Estenda a massa com a ajuda de um rolo, de modo a ficar bem lisa. Unte a toda a superfície com o pesto de majericão, espalhe pedaços de abacaxi e a mozzarella em cubos e ralado e mais um pouco de pesto. Finalize, polvilhando com oregãos secos.


Leve as pizzas ao forno, aquecido a 270º C, por cerca de 15 minutos.
Retire e sirva de imediato.

Nota: na pizza de pesto coloquei, após retirar do forno, metades de tomate cereja.

Agora é só deliciarem-se com estas gulosas pizzas caseiras.


Bolo Com Creme de Ricota e Chocolate

Este bolo, caiu nas graças de toda a gente cá de casa. Delicioso, com um creme de ricota que se aloja no meio e que lhe confere um sabor e textura únicos.
Vão arrepender-se se não fizerem, acreditem, vão ter mesmo de o experimentar
É maravilhoso!





  • 4 ovos
  • 150 g de açúcar 
  • 100 ml de óleo 
  • 100 ml de leite
  • 300 g de farinha
  • ½ c. de chá, de essência de baunilha
  • 1 c. sopa de fermento em pó Royal


  • Para o creme de ricotta:




  • 300 g ricotta Galbani
  • 2 gemas
  • Raspas de um limão
  • 100 g de açúcar 
  • 1/2 cháv. de Pepitas de Chocolate Negro Vahiné







Numa tigela, bata bem as gemas com o açúcar e uma pitadinha de sal  Junte a ricota e as raspas de limão, e continue a bater, até obter um creme liso e sem grumos. Adicione as pepitas (ou raspas) de chocolate. Reserve no frio.
Numa outra tigela, bata os 4 ovos com o açúcar e o óleo. De seguida, adicione aos poucos e intercaladamente, a farinha e o leite, batendo bem até obter uma massa cremosa e sem grumos.
Finalmente adicione o fermento em pó, o extracto de baunilha e envolva bem.
Deite em forma untada  e enfarinhada, a massa do bolo e depois, deite na superfície, colheradas do creme de ricota (ver foto abaixo).


Leve ao forno a 160º C, por cerca de  40 a 45 minutos.



Beijinho e um doce fim de semana para todos!

Tostas de Beringela Grelhada e Tomate

Estas Beringelas Grelhadas da Ponti são uma delicia. Foram a opção certa, para esta entrada que a todos deliciou...







1 embalagem de tostas Buitoni
Q.b. de beringela grelhada em conserva,. da Ponti 
100 g de queijo creme, para barrrar
Raminhos de Poejos q.b.







 Barre as tostas com o queijo creme e disponha lascas de beringela, fatias de tomate e folhinhas de poejos.
Nada mais simples e conseguem uma entrada deliciosa.



Beijinho e um Bom S. João, que se comemora hoje por aqui no Porto.