Pin It button on image hover

Pudim Rápido de Microondas

Tudo são bons pretextos para fazermos um pudim, mas este ser feito de forma rápida, no microondas e ainda usando restos de bolo, ou queques endurecidos e em que já ninguém toca, parece-me uma boa razão, não acham?





600 ml de leite
180 g de miolo de muffins, de bolo ou de pães de leite, endurecidos
3 c. de sopa de açúcar
4 ovos
1 pau de canela
1 casca de laranja





Leve ao lume o leite com o pau de canela, a casca de laranja e o açúcar. Quando começar a ferver, retire e deixe ainda em infusão por cerca de 10 minutos.
Entretanto, forre uma forma de pudim ou recipiente que possa ir ao microondas, com caramelo liquido (de compra ou caseiro).Reserve.
Coe o leite, para remover o pau de canela e a casca de laranja.
Numa tigela, coloque o miolo de bolo (eu usei uns queques de baunilha, que já estavam um pouco endurecidos). Despeje sobre eles o leite coado e deixe assim um pouco, até tudo ficar bem embebido. Se for necessário use um garfo para desfazer melhor os pedaços de bolo.
Finalmente, bata ligeiramente os ovos e junte à mistura anterior e de seguida deite na forma reservada.
Leve o pudim ao microondas por 10 minutos na potência máxima (800 W). Quando termine o tempo e sem abrir a porta, deixe no microondas em repouso por outros 10 minutos.
Retire o pudim do microondas, cubra-o com papel de alumínio e leve ao frigorífico, por pelo menos 4 horas ou então de um dia para o outro (eu fiz na noite anterior para o servir ao almoço do dia seguinte).


Beijinho e um bom fim de semana!

Almôndegas Especiais

Umas almôndegas deliciosas! Um prato simples, mas que miúdos (e graúdos), adoram...





250 g. de vitela, picada
250 g. de carne de porco, picada
100 ml de creme de soja Shoyce
1 ovo +1 gema
1/2 cebola, picadinha
1 c. de sopa de pão ralado
1 batata doce pequena, cozida e em puré
Sal e pimenta q.b.

Molho de Tomate:
2 c. de sopa de azeite
1 cebola grande, picada
4 dentes de alho, finamente picados
1 lata grande de tomate
1 folha de louro
Salsa q.b.
1 malagueta pequena (opcional)
Sal e pimenta moída na hora



Comece por misturar o creme de soja com o pão ralado e o puré de batata doce. Adicione depois o ovo e a cebola finamente picada. Numa  outra tigela, misturar bem as carnes, ligando-as com a gema de ovo. Tempere de sal e pimenta e junte à mistura anterior.
Trabalhar a massa e formar pequenas bolinhas. Reserve.
Num tacho ou cocotte, aqueça o azeite em lume médio. Adicione a cebola e o alho e refogue até que fiquem ligeiramente dourados (cerca de 12/15 minutos).
Adicione a lata de tomate ligeiramente triturada juntamente com o seu sumo, junte também a folha de louro, o ramo de salsa, a malagueta (ou flocos de pimenta vermelha), sal e pimenta.
Assim que ferver, reduza o lume e junte as almôndegas. Deixe a cozinhar por cerca de 30/35 minutos.
Acompanhe com uma massa da sua preferência e delicie-se.

Bolo de Figos

No fim de semana passado, fui à terra do marido onde vivem os meus queridos sogros.
As saudades da família são sempre muitas e além disso, as figueiras esperavam-nos carregadinhas.
Trouxe tantos figos, que logo devorámos uns quantos mas outra ideia, era a de fazer um bolinho rapidamente e enquanto ainda estavam bonitos pois infelizmente, são muito frágeis, não se conservando mais do que 3 dias no frigorífico.
Fica aqui então uma deliciosa sugestão, para os gastarem sem ser no vulgar doce ou em conserva.
Um bolo rico, saboroso, muito aromático e de textura fofa e húmida...





 


200 g de manteiga, amolecida
1 cháv. de mel (ou podem usar açúcar mascavado)
3 ovos
2 cháv. de puré de figo (retire a pele e triture a polpa)
1 c. de chá, de raspas de baunilha
3 cháv. de farinha peneirada
1 c. de chá de canela
1 c. de chá, de noz-moscada ralada na hora Spicebox
2 c. de chá, de bicarbonato de sódio






No Cuisine Companion:
Pré-aquecer o forno a 180º C. Unte e forre uma forma redonda, com papel vegetal.Reserve.
Colocar na taça, com o acessório batedor, a manteiga e o mel (ou o açúcar mascavado). Bater, programando a Vel.7/30 segundos.
Programar agora a Vel.6/50 seg. e vá adicionando os ovos,um a um, o puré de figos e a raspa de baunilha.
Juntar a farinha, a canela, a noz-moscada e o bicarbonato de sódio e programar Vel.5/40 seg.
No fundo da forma, previamente untada e forrada com papel vegetal, colocar fatias de figo e por cima colocar a massa.
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC  por cerca de 45 minutos.

Modo Tradicional:
Bata a manteiga com o mel, utilizando uma batedeira com o acessório da pá.
Adicione os ovos, um de cada vez, e depois o puré de figo e a raspa da baunilha.
Misture a farinha, a canela, a noz-moscada e o bicarbonato de sódio.
Aos poucos, adicionar lentamente a farinha, envolvendo delicadamente.
Deite a massa na forma reservada e leve ao forno a cozer por 45-50 minutos, ou até que ao inserir um palito no centro do bolo, este saia limpo
Desenforme, e deixe arrefecer sobre uma grade.



Depois é só deliciarem-se com este magnifico bolo!

Cestinhos de Broa com Alheira

São deliciosos como entrada, mas servidos como prato principal acompanhados de uma salada, também nos deixam completamente saciados....






100 g de miolo de broa
1 fio de azeite
1 dente de alho
1 c. sobremesa de coentros frescos
1 alheira
100 ml de creme culinário de soja Shoyce
1 mão cheia de espinafres frescos
Ovos de codorniz q.b.
Sal e Pimenta







Pré-aqueça o forno nos 190º. 
Unte forminhas de queque com um pouco de azeite. Reserve.
Rale a broa num processador de cozinha, juntamente com o azeite, o dente de alho e os coentros até conseguir uma massa moldável. 
Forre as forminhas com esta massa, pressionando bem, tanto no fundo como à volta. Reserve no frio.
Faça um refogado com a cebola picada e um fio de azeite. Retire a pele à alheira e refogue juntamente com a cebola, até dourar ligeiramente. Junte o creme vegetal e os espinafres, picados grosseiramente. Rectifique de sal e pimenta e mexa até engrossar ligeiramente. Distribua o recheio pelas formas e leve ao forno por cerca de 15/18 minutos. 
Após esse tempo, coloque em cada forminha o ovo de codorniz, partindo-o com cuidado sobre o recheio.
Leve ao forno por mais 10 minutos.



Sirva ou acompanhe, com uma deliciosa salada de tomate com cebola e bolinhas de mozzarella:

Tomate, cebola e bolinhas de mozzarella Galbani, uma delicia!

Paté de Cogumelos


De textura cremosa, com todo o sabor dos cogumelos e que não leva mais do que alguns minutos a preparar. Aqui fica a receita de hoje: um paté, óptimo para espalhar sobre a baguette, tostas ou bruschettas.





100 g de manteiga
500 g de cogumelos frescos, picados (eu usei uma mistura variada)
1 cebola bem picadinha
2 dentes de alho picados
Sumo de dois limões
1 pitada de pimenta caiena
1 colher de chá de noz-moscada, ralada na hora (usei da Spicebox)
Sal q.b.
150 g de ricota Galbani





Aqueça a manteiga e assim que derreter, frite nela os cogumelos com uma pitada de sal, a cebola e o alhos por 10-12 minutos, ou até ficarem macios. Adicione o sumo de limão e coloque depois a mistura num passador de rede fina, de modo a escorrer todo o excesso de humidade.
Coloque metade da mistura de cogumelos, a pimenta caiena e a noz-moscada num processador de cozinha, até ficar homogéneo. Junte a ricotta, juntamente com os restantes cogumelos.
Colocar depois esta  mistura em ramequins ou frascos herméticos e cobrir com uma camada fina de azeite.
Deixe arrefecer completamente e conserve no frigorífico, até 4/5 dias.



Beijinho, e um óptimo fim de semana para todas/os!

Waffles com Gelado de Chocolate e Avelãs

Muitas vezes a inspiração, vem numa simples caixa de gelado. Mas este não é um gelado qualquer, é o novo e DELICIOSO Carte Dór sabor a chocolate e avelãs, que tive o prazer de receber, acompanhado por um lindo prato da Spal e uma colher de gelado.
Tinha de o provar logo, logo e achei que estes waffles, iam ser o seu acompanhamento perfeito, para formarem assim uma sobremesa deliciosa.
E não é que foi mesmo ...ADOREI!




Para os waffles (faz cerca de 8)
110 g de manteiga
3 ovos, batidos
400 ml de leite
220 g de farinha
4 c. de sopa de açúcar

2 c. de chá de fermento em pó Royal
½ colher de chá de sal

Para a cobertura
Gelado de Chocolate e Avelãs CARTE DÓR

Utensílios utilizados:
Waffel Classic, da Silikomart



Pré-aqueça o forno a 220ºC. Derreta a manteiga e misture com os ovos batidos, o açúcar e o leite.
Adicionar a farinha peneirada com o sal e o fermento e misture bem com um fouet, até obter uma mistura lisa e cremosa.
Coloque o molde para Waffles SilikoMart,  num tabuleiro de ir ao forno.



Despeje nele a massa e coloque o tabuleiro a meio do forno. Leve a cozer por 8-9 minutos. Retire depois do forno, vire os waffles para fora dos moldes, colocando-os no tabuleiro.
Cozinhe por mais 4-5 minutos, até que estejam dourados.
Cubra enquanto ainda mornos,com uma colher generosa de gelado e sirva de imediato.



Um post que pela sua doçura, dedico com especial carinho, à Su (ela sabe porquê), com toda a minha amizade e dizer-lhe que está no meu coração...

Beijinho!

Coentrada de Grão de Bico


Parece que voltou o calor, pelo menos aqui pelo Porto pois, apesar de ser ainda de manhã, o sol hoje já aquece bem. Com ele, volta logo a vontade de comer coisas simples e frescas.
É o caso desta salada ou coentrada de grão, como lhe queiram chamar, sei que nos soube muito bem e por isso resolvi deixar aqui a receita ou melhor, a sugestão:



1 lata de grão de bico, cozido
Sumo de um limão
1 c. de chá, de gengibre fresco, ralado
1 c. de sopa de azeite
2 c. de sopa de coentros frescos picados
1 tomate, coração de boi, cortado em pedaços pequenos
Sal e pimenta q.b.




Escorra bem  o grão da lata e de seguida, tempere-o com o sumo de limão e o azeite. Adicione os coentros, o gengibre ralado e os pedaços de tomate. 
Tempere de sal e pimenta e sirva.


Migas à Alentejana com Carne de Porco



Uma versão simples de um prato tradicional e que é simplesmente delicioso.
Fiz no meu Cuisine Companion

700 g de carne porco (já cortada em cubos)
70 g banha
20 g azeite
2 c. sopa de massa de pimentão caseira, q.b
3 dentes alho
Sumo de 1/2 Limão
1 molho de coentros, picados
Sal q.b.
4 batatas, cortadas em cubos
5/6 fatias de pão duro, alentejano




Envolva na carne, a massa de pimentão e os alhos picados e sal (apenas se necessário) e reserve por algumas horas.
Na taça com o acessório misturador, coloque a banha de porco e o azeite assim como a carne que esteve a marinar e programar 130º/Vel.l/35 min..
Colocar o pão alentejano partido aos bocados numa tigela, e amolecer com um pouco de água quente.
Após retirar a carne da taça e parte da gordura, coloque agora o pão bem escorrido na restante gordura (aqui na quantidade de gordura a deixar na taça, foi a olho e vai depender se as querem mais sequinhas ou mais moles), e junte os coentros picados e programar depois 4 min /130º/ Vel 2.
Se após esse tempo acharem que ainda não estão bem sequinhas, programar mais um minuto.
Tempere a carne com sumo de limão e mais coentros frescos picados e sirva com as migas e a batata previamente frita em cubos (eu fritei na Actifry).

Suspiro de Manga

Uma sobremesa deliciosa e indicada para aqueles mais gulosos...






*
5 claras de ovos, à temperatura ambiente
¼ colher de chá de cremor tártaro (usei o da Condi*)
250 g de açúcar em pó
1 pitada de sal (opcional)
1 c. de chá, de extracto de baunilha (usei da Vahiné
1 c. de chá de caramelo líquido

Cobertura
1 lata pequena de polpa de maga
2 Mangas maduras


Pré-aqueça o forno a 150º C.
Cubra o tabuleiro do forno, com uma folha de papel vegetal e desenhe nela um rectângulo ou círculo (eu optei pelo primeiro), para melhor se guiar na hora de espalhar o merengue.
Numa tigela de vidro bem limpa e seca, deite as claras e bata-as até conseguir uns picos leves. Junte o cremor tártaro e bata novamente, até que fiquem mais consistentes e firmes e só depois e aos pouco, junte o açúcar.
Adicione finalmente, o sal , o caramelo e o extracto de baunilha e envolva bem na mistura de claras.






Coloque o merengue num saco de pasteleiro com ponta de estrela aberta ou simplesmente use uma colher para o espalhar dentro do desenho que traçou no papel.
Leve agora ao forno por cerca de 1 hora, baixando-o para os 120º C. (neste espaço de tempo nunca, abrir a porta do forno).
Apague e deixe o suspiro arrefecer dentro do forno.
Cubra-o com o puré de manga e os pedaços de fruta
Agora é só deliciarem-se!




Beijinho e Bom fim de Semana!

Pickles de Curgete e Cebola

Rápidos, fáceis e além disso, uma combinação de doce/picante, que tornam incrivelmente saborosos estes pickles.
Porque não experimentam também?


Especiarias usadas: SpiceBox




1 curgete grande
1 cebola pequena
2 c. de sopa de sal
2 cháv. de vinagre de cidra
1 cháv. de açúcar de cana
1 1/2 c. de chá de sementes de mostarda
1 c. de chá de cúrcuma/açafrão 
1 c. de chá de pimenta rosa em grão

Lave e corte a curgete em fatias bem finas, com a ajuda de uma mandolina (eu usei a da Borner), de seguida, faça o mesmo à cebola. 


Numa taça larga e funda, coloque ambas e adicione o sal, agua q.b e 3 pedras de gelo, até cobrir os legumes. Envolva bem e reserve, por cerca de uma hora. 
Enquanto isso, misture o vinagre com o açúcar, as sementes de mostarda, a pimenta rosa e a curcuma e leve ao lume por cerca de 3/4 minutos. Retire e reserve até que fique morna.
Transferir os pedaços de curgete e de cebola para os frascos assim como  a salmoura de vinagre e açúcar, até cobrir bem os legumes. Fechar bem os frascos e guardar os pickles no frigorífico.




Dica: Aconselho a que deixem por pelo menos um dia ou dois antes de abrir e servir, de modo a que ganhem todo o sabor.
Conservar no frio, até duas semanas.